sicnot

Perfil

País

Presidente da República visitou Mário Soares no hospital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, interrompeu hoje a sua agenda para visitar Mário Soares, no Hospital da Cruz Vermelha, em Lisboa, onde o ex-Presidente está internado há 11 dias.

No final da visita, onde esteve com a filha de Soares, Isabel, Marcelo Rebelo de Sousa não fez declarações aos jornalistas.

A visita do Presidente aconteceu horas depois de ter sido noticiado que a situação clínica do ex-Presidente Mário Soares se agravou subitamente, de acordo com uma fonte do Hospital da Cruz Vermelha.

Internado desde o dia 13 de dezembro, o antigo Presidente fora transferido na quinta-feira dos Cuidados Intensivos para a "unidade de internamento em regime reservado" do Hospital da Cruz Vermelha, depois de sinais de melhoria do estado de saúde.

Também o presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues, falou hoje à tarde com João Soares, o filho do fundador do PS, que lhe deu conta da situação clínica do pai.

"Mário Soares não está melhor, mas vamos aguardar que haja uma evolução favorável", disse à Lusa fonte do gabinete do presidente da Assembleia da República.

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.