sicnot

Perfil

País

Homem detido em Sines por agredir uma militar da GNR à cabeçada

Um homem de 28 anos foi hoje detido em Sines, Setúbal, por agredir à cabeçada uma militar da GNR, que teve de receber assistência hospitalar, disse à agência Lusa fonte da força de segurança.

A agressão à militar ocorreu, cerca das 07:50, quando uma patrulha da GNR foi alertada para desacatos entre um ex-casal, à entrada do prédio onde mora a mulher, na cidade de Sines, no distrito de Setúbal.

À chegada ao local, o homem, de nacionalidade cabo-verdiana, agrediu à cabeçada a militar da guarda, que foi transportada para o Hospital do Litoral Alentejano (HLA), no concelho vizinho Santiago do Cacém, onde recebeu assistência médica.

O agressor ficou sujeito à medida de coação de Termo de Identidade e Residência (TIR) e notificado para comparecer na segunda-feira no Tribunal de Santiago do Cacém.

Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.