sicnot

Perfil

País

António Domingues vai ser ouvido na Assembleia da República a 4 de janeiro

O presidente demissionário da CGD vai ser ouvido no Parlamento no dia 4 de janeiro. A audição foi pedida pela Comissão de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa e o motivo é a demissão de António Domingues da presidência da Caixa Geral de Depósitos.

A audiência acontece depois de uma recusa da esquerda parlamentar em ter António Domingues na comissão de inquérito. PS, Bloco de Esquerda e PCP alegaram, na altura, que o motivo era o passado da instituição e não o futuro.

Domingues só vai sair da Caixa no dia 31 de dezembro. Deixa o cargo depois da polémica em torno da entrega das declaração de património e rendimentos no Tribunal Constitucional.

  • Paulo Macedo confirmado na CGD
    1:54

    Caso CGD

    É oficial: o antigo ministro da Saúde do governo de Passos Coelho aceitou o convite para a presidente executivo da CGD. Os nomes da sua equipa seguem hoje para o Banco Central Europeu. 

  • António Domingues não sai zangado
    0:16

    Caso CGD

    António Domingues garante que não sai zangado com o Governo, na sequência da polémica demissão da administração da Caixa Geral de Depósitos. O presidente demissionário do banco público falou hoje aos jornalistas momentos antes da cerimónia de entrega de prémios Exame.

  • Prémio Pessoa 2017 distingue arquiteto Manuel Aires Mateus
    2:06

    Cultura

    O arquiteto Manuel Aires Mateus é o vencedor do Prémio Pessoa 2017. O anuncio foi feito esta manhã pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão. Manuel Aires Mateus é escolhido pelo "caráter inovador" na "continuidade entre o passado e a atualidade".