sicnot

Perfil

País

Jerónimo avisa que posição conjunta com PS tem "alcance limitado"

M\303\201RIO CRUZ

O secretário-geral do PCP avisou esta quinta-feira que a posição conjunta com o PS tem um "alcance limitado" e que os comunistas têm "toda a liberdade" de iniciativa, exemplificando com a proposta para reposição dos 25 dias de férias.

Em Braga, de visita ao Presépio de Priscos, Jerónimo de Sousa explicou que a alteração nos dias de férias, que o PCP reclama e se prepara para levar à votação na Assembleia da Republica, "de facto" não faz parte da posição conjunta acordada com o PS mas que estas divergências entre PCP, PS e Governo "não abalam" o acordo alcançado com os socialistas que permitiu a atual solução governativa.

O líder comunista avisou ainda que "não espera os reis Magos" no que toca a 2017 e que é preciso "aprofundar e continuar a desenvolver" a "janela de esperança" que o país abriu.

"É importante sublinhar que o entendimento expresso na posição conjunta PS/PCP tem um alcance limitado, é ele que define o grau de convergência, essa posição conjunta, mas nada impede, antes pelo contrário, que a sede legislativa por excelência, que é a Assembleia da Republica, não esteja prisioneira de nenhuma posição comum, de nenhum acordo, antes pelo contrário, o PCP tem toda a liberdade e capacidade de iniciativa de propostas", respondeu Jerónimo de Sousa, questionado sobre as diferentes posições entre PS e PCP quanto ao aumento dos dias de férias.

No entanto, salientou, o facto de ambos os partidos terem posições divergentes "não abala" o acordo entre eles.

"Já várias vezes temos divergido do PS e do Governo do PS. Posso dizer que, no caso do Banif, um caso de maior envergadura, e em coerência com o seu posicionamento, o PCP votou contra. Às vezes esquece-se que o nosso primeiro e principal compromisso é com os trabalhadores e com o povo e não com o PS", lembrou o líder comunista, que realçou, no entanto que o partido está "comprometido com a posição conjunta entre PS e PCP".

Sobre 2017, Jerónimo de Sousa deixou votos de esperança e confiança mas também alertas.

"Não espero pelos reis Magos. O que confio é que este caminho de avanços, mesmo limitados, dessa tal janela de esperança que abriu não se perca, há que aprofundar continuar a desenvolver", referiu.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.