sicnot

Perfil

País

Ministro do Ensino Superior manda averiguar caso de aluna expulsa por falta de certificado

Ministro do Ensino Superior manda averiguar caso de aluna expulsa por falta de certificado

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior poderá expulsar uma aluna de Medicina do Instituto Abel Salazar por causa de um certificado de candidatura que a estudante garante ter entregado, mas que os serviços dizem não ter encontrado.

Sobre esta situação o ministro do Ensino Superior diz que, se houve algum erro, "tem de ser corrigido". Manuel Heitor garante que já mandou investigar a situação e que "não há razão nenhuma para não acreditarmos nas instituições".

O caso está há dois anos na Justiça.

  • Aluna de Medicina expulsa do curso devido a falha burocrática
    4:37

    País

    O Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior vai expulsar uma aluna de Medicina do Instituto Abel Salazar, no Porto, por causa de um certificado de candidatura que a estudante garante ter entregado, mas que os serviços dizem não ter encontrado. O caso está há dois anos na Justiça.

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.