sicnot

Perfil

País

GNR começa hoje operação Ano Novo

A Guarda Nacional Republicana intensifica a partir de hoje o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nos itinerários associados a festividades de Ano Novo.

Segundo um comunicado da GNR, a operação vai fiscalizar, nomeadamente, a falta de habilitação legal para conduzir, a condução sob influência do álcool e drogas, o excesso de velocidade, a incorreta ou não utilização do cinto de segurança e de sistemas de retenção para crianças (cadeiras) e o uso indevido de telemóvel durante a condução.

A operação decorre até 2 de janeiro e mobiliza militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais, reforçados pela Unidade de Intervenção de Segurança e Honras de Estado.

Na operação Natal Tranquilo, realizada entre os passados dias 23 e 26, a GNR registou um morto em 750 acidentes, representando mais 126 desastres e menos seis mortos do que no mesmo período de 2015.

Durante a operação Natal Tranquilo foram ainda registados oito feridos graves, menos 12 que em 2015, e 240 feridos ligeiros, menos 44.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.