sicnot

Perfil

País

Operação Ano Novo da GNR registou 658 acidentes, com 7 mortos e 8 feridos graves

A GNR registou durante a Operação Ano Novo 658 acidentes rodoviários, dos quais resultaram sete mortos, oito feridos graves e 189 feridos ligeiros, informou esta terça-feira a Guarda Nacional Republicana.

Durante os quatro dias (30 de dezembro a 02 de janeiro) da operação de patrulhamento e fiscalização rodoviária nos itinerários mais ligados às festividades do Ano Novo, a GNR, comparativamente a igual período de 2015, registou mais 10 acidentes e mais dois mortos.

Em contrapartida, houve menos cinco feridos graves e menos 20 feridos ligeiros relativamente ao ano anterior.

Quanto às infrações, a GNR detetou, em igual período, 1756 casos por excesso de velocidade (menos 56 do que em 2015), 603 por condução sob efeito do álcool no sangue igual ou superior a 1,2 gramas/litro (menos 16), 167 por incorreta ou não utilização do cinto de segurança (mais 30) e 158 por utilização indevida do telemóvel durante a condução (mais 37).

A GNR observa que dados recentes indicam que um em cada três condutores mortos em acidentes de viação conduzia com uma taxa ilegal de álcool no sangue.

Relativamente aos números combinados da Operação Natal e Ano Novo, a GNR contabilizou 1408 acidentes (mais 136 do que em 2015), oito mortos (menos quatro), 16 feridos graves (menos 17) e 429 feridos ligeiros (mais 24).

Lusa

  • Balanço da Operação Ano Novo da GNR
    4:46

    Edição da Manhã

    A operação de reforço do patrulhamento terminou à meia noite de ontem e os dados, ainda provisórios, apontam para mais acidentes que no ano passado: 658 acidentes, 7 mortos, 8 feridos graves e 189 ligeiros. O Major Paulo Gomes, da Divisão de Trânsito da GNR, esteve na Edição da Manhã para o balanço desta operação.

  • PSP e GNR reforçam patrulhamento nas estradas durante o Ano Novo
    2:24

    País

    A Operação Ano Novo decorre até segunda-feira com as autoridades a reforçarem o patrulhamento nas estradas de norte a sul do país. PSP e GNR estarão atentas à condução sob o efeito de álcool e drogas. A PSP publicou ainda um vídeo nas redes sociais que está a tornar-se viral.

  • Operação "Ano Novo" da GNR nas estradas
    1:44

    País

    A partir desta sexta-feira, a GNR reforça o patrulhamento e a fiscalização nas estradas de norte a sul do país, com especial enfoque para a zona litoral. O foco está nas infrações típicas da época festiva, como o excesso de álcool ou uso do telemóvel enquanto se conduz.

  • 4 mortos na estrada nas primeiras 24 horas da Operação Ano Novo
    2:18

    País

    Nas primeiras 24 horas da Operação Ano Novo morreram quatro pessoas nas estradas portuguesas. Duas ficaram feridas com gravidade e 57 com ferimentos ligeiros, num total de 220 acidentes desde ontem. Até segunda-feira, as autoridades reforçam o patrulhamento e a fiscalização nas estradas de norte a sul do país.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.