sicnot

Perfil

País

Mulher desaparecida em Grândola terá sido raptada pelo ex-companheiro

Mulher desaparecida em Grândola terá sido raptada pelo ex-companheiro

Há mais de 48 horas que ninguém sabe de uma mulher de 37 anos, residente em Azinheira dos Barros, no concelho de Grândola. Há fortes suspeitas de que a mulher - vítima de violência doméstica - tenha sido raptada pelo ex-companheiro. O carro de Anabela Lopes foi encontrado numa rua de Azinheira dos Barros, com sinais de ter sido abalroado. O ex-companheiro já cumpriu pena de prisão e é caracterizado como um homem violento.

  • Mulher de Grândola vítima de violência doméstica desaparecida há mais de dois dias
    3:26

    País

    Há mais de 48 horas que ninguém sabe do paradeiro de uma mulher de Grândola. A mulher era vítima de violência doméstica e tinha saído de casa há um mês. As autoridades admitem que tenha sido raptada pelo ex-companheiro, que já cumpriu pena de prisão. Anabela Lopes, de 37 anos, terá tido um relacionamento com homem que também está desaparecido. Apenas o veículo da mulher foi encontrado. A investigação está a cargo da Polícia Judiciária de Setúbal.

  • Costa de Metro de Odivelas para Lisboa para relembrar corrida entre burro e Ferrari
    2:55

    Autárquicas 2017

    António Costa começou hoje o dia de campanha em Odivelas, para uma viagem de Metro até Lisboa, em que recordou a célebre corrida entre um burro e um Ferrari que protagonizou em 1993 quando foi canditado do PS à Câmara de Loures. Foi nesta cidade, onde ontem à noite, que desferiu um violento ataque a Pedro Passos Coelho, acusando-o de transformar o PSD num partido que não é digno de um Estado democrático.

  • O aeroporto de Beja, um "elefante branco" na planície alentejana
    4:33
  • Paciente há 15 anos em estado vegetativo consegue seguir objetos e mexer a cabeça

    Mundo

    Um homem de 35 anos, que ficou em estado vegetativo após um acidente de viação há 15 anos, deu sinais de consciência depois de lhe ter sido aplicada uma nova técnica de estimulação nervosa. Cirurgiões implantaram no paciente um pequeno aparelho que estimula o nervo vago, responsável pela ligação nervosa entre o cérebro e o resto do corpo. A intervenção aconteceu em França e a descoberta foi publicada na revista científica Current Biology.