sicnot

Perfil

País

Autoridades continuam à procura de mulher desaparecida em Grândola

Autoridades continuam à procura de mulher desaparecida em Grândola

As autoridades continuam à procura de uma mulher de 37 anos desaparecida desde domingo, em Grândola. O ex-companheiro, que foi condenado a sete anos de cadeia por violação de menor, é o principal suspeito.

  • Mulher desaparecida em Grândola terá sido raptada pelo ex-companheiro
    2:01

    País

    Há mais de 48 horas que ninguém sabe de uma mulher de 37 anos, residente em Azinheira dos Barros, no concelho de Grândola. Há fortes suspeitas de que a mulher - vítima de violência doméstica - tenha sido raptada pelo ex-companheiro. O carro de Anabela Lopes foi encontrado numa rua de Azinheira dos Barros, com sinais de ter sido abalroado. O ex-companheiro já cumpriu pena de prisão e é caracterizado como um homem violento.

  • Mulher de Grândola vítima de violência doméstica desaparecida há mais de dois dias
    3:26

    País

    Há mais de 48 horas que ninguém sabe do paradeiro de uma mulher de Grândola. A mulher era vítima de violência doméstica e tinha saído de casa há um mês. As autoridades admitem que tenha sido raptada pelo ex-companheiro, que já cumpriu pena de prisão. Anabela Lopes, de 37 anos, terá tido um relacionamento com homem que também está desaparecido. Apenas o veículo da mulher foi encontrado. A investigação está a cargo da Polícia Judiciária de Setúbal.

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".