sicnot

Perfil

País

Autoridades continuam à procura de mulher desaparecida em Grândola

Autoridades continuam à procura de mulher desaparecida em Grândola

As autoridades continuam à procura de uma mulher de 37 anos desaparecida desde domingo, em Grândola. O ex-companheiro, que foi condenado a sete anos de cadeia por violação de menor, é o principal suspeito.

  • Mulher desaparecida em Grândola terá sido raptada pelo ex-companheiro
    2:01

    País

    Há mais de 48 horas que ninguém sabe de uma mulher de 37 anos, residente em Azinheira dos Barros, no concelho de Grândola. Há fortes suspeitas de que a mulher - vítima de violência doméstica - tenha sido raptada pelo ex-companheiro. O carro de Anabela Lopes foi encontrado numa rua de Azinheira dos Barros, com sinais de ter sido abalroado. O ex-companheiro já cumpriu pena de prisão e é caracterizado como um homem violento.

  • Mulher de Grândola vítima de violência doméstica desaparecida há mais de dois dias
    3:26

    País

    Há mais de 48 horas que ninguém sabe do paradeiro de uma mulher de Grândola. A mulher era vítima de violência doméstica e tinha saído de casa há um mês. As autoridades admitem que tenha sido raptada pelo ex-companheiro, que já cumpriu pena de prisão. Anabela Lopes, de 37 anos, terá tido um relacionamento com homem que também está desaparecido. Apenas o veículo da mulher foi encontrado. A investigação está a cargo da Polícia Judiciária de Setúbal.

  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efetivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21
  • Antigos quadros da Facebook declaram-se preocupados com efeitos da rede social

    Mundo

    Alguns dos antigos quadros da empresa Facebook estão a começar a exprimir sérias dúvidas sobre a rede social que ajudaram a criar, foi noticiado. A Facebook explora "uma vulnerabilidade na psicologia humana" para criar dependência entre os seus utilizadores, afirmou o primeiro presidente da empresa, Sean Parker, num fórum público.