sicnot

Perfil

País

Suspeito de tentativa de homicídio em Grândola vai aguardar julgamento em Setúbal

O suspeito de tentativa de homicídio da ex-companheira em Azinheira de Barros, no concelho de Grândola, vai aguardar julgamento no estabelecimento prisional de Setúbal, disse à Lusa a advogada oficiosa do arguido.

O homem, que foi detido na quinta-feira pela Polícia Judiciária, está acusado dos crimes de tentativa de homicídio qualificado, sequestro agravado e violência doméstica, afirmou Fernanda Augusto.

A advogada acrescentou que o arguido foi presente hoje ao juiz de instrução criminal, no tribunal de Setúbal, mas não prestou declarações.

Na sexta-feira, o diretor da Polícia Judiciária de Setúbal disse à Lusa que o suspeito de rapto de uma mulher em Grândola tentou asfixiar a ex-companheira quando se apercebeu de que a polícia lhe estava a entrar em casa.

A mulher que estava desaparecida desde o início desta semana na zona de Grândola, distrito de Setúbal, foi encontrada na sexta-feira com vida, na companhia do ex-companheiro, "mas maltratada", segundo fonte da PJ.

Vítor Paiva disse que a PJ acreditava que, "mais tarde ou mais cedo, o suspeito regressaria a casa ou já estaria lá", salientando que pessoas e casas estavam a ser vigiadas há vários dias.

O desaparecimento da mulher residente na zona de Grândola estava a ser investigado pela Polícia Judiciária.

A investigação do caso estava a ser efetuada pela PJ de Setúbal, depois do desaparecimento da mulher ter sido participado no Destacamento Territorial de Grândola da GNR.

Lusa

  • Mulher resgatada em Grândola está em estado crítico no Santa Maria
    3:06

    País

    A mulher que estava desaparecida desde domingo foi encontrada esta manhã pela policia, em coma, na casa do ex-companheiro, em Azinheira de Barros, Grândola. O raptor tentou asfixiá-la quando se apercebeu da intervenção policial. O homem foi detido e levado para a Policia Judiciária de Setúbal. O filho que se suspeita que possa ter sido cúmplice foi levado para prestar esclarecimentos. A vítima encontra-se no Hospital de Santa Maria, em Lisboa, em estado critico.

  • Psicólogo forense diz que passado criminal do agressor de Grândola já antecipava ação violenta
    6:46

    País

    A mulher que estava desaparecida desde domingo foi encontrada esta sexta-feira pela polícia, em coma, na casa do ex-companheiro, em Azinheira de Barros, Grândola. O raptor tentou asfixiá-la quando se apercebeu da intervenção policial. O homem foi detido e levado para a Policia Judiciária de Setúbal. O psicólogo forense Rui Abrunhosa esteve na Edição da Noite para analisar o caso e considerou que o passado criminal do agressor era já um sinal do que veio a acontecer.

  • "Nenhuma dúvida subsiste, pretendia claramente tirar-lhe a vida"
    3:21

    País

    O diretor da Polícia Judiciária de Setúbal, descreveu os contornos da operação, que caracterizou como "musculada", e que levou à localização e regate de uma mulher, numa aldeia perto de Grândola, que estava desaparecida desde o início da semana. Vítor Paiva começou por dizer que a vítima estava muito mal tratada, e no momento da operação foi salva pelos agentes quando o agressor a tentava asfixiar. "Nenhuma dúvida subsiste, pretendia claramente tirar-lhe a vida", afirmou o responsável da PJ. O homem está detido e é suspeito de rapto, sequestro e tentativa de homicídio. A mulher está em estado de coma no Hospital de Santa maria, em Lisboa.

  • Operação policial "musculada" permitiu resgatar mulher desaparecida em Grândola
    1:27

    País

    A ação policial que levou ao resgate da mulher que estava desaparecida desde segunda-feira foi uma operação "musculada", que teve início às 7:00. As autoridades depararam-se com portas bloqueadas com mobílias e trancas e encontraram a vítima em estado muito grave. O homem, que foi detido pelas autoridades, terá mesmo tentado asfixiar a mulher. A vítima encontra-se em coma, foi levada para o Hospital do Litoral Alentejano e daí será transportada para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa. O repórter Luís Godinho fez o ponto de situação ao final da manhã, em direto da aldeia de Azinheira dos Barros, onde o casal foi localizado.

  • Morreu o vocalista da banda Linkin Park

    Cultura

    Um dos vocalistas da banda de metal alternativo Linkin Park, Chester Bennington, morreu, em casa, numa cidade do condado de Los Angeles, aos 41 anos. Chester Bennington ter-se-á suicidado, de acordo com a plataforma TMZ. O músico juntou-se aos Linkin Park em 1999, três anos após a formação da banda, que editou o seu álbum de estreia, "Hybrid Theory", em 2000. O disco, do qual fazem parte temas como "In the End", "Crawling" e "One Step Closer", vendeu dez milhões de cópias só nos Estados Unidos.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • CGTP acusa PT de ilegalidades no dia da greve
    0:46

    Economia

    A CGTP pede a intervenção do Governo na PT. Esta quinta-feira, na SIC Notícias, Arménio Carlos acusou a empresa de estar a cometer mais uma ilegalidade, ao ter requisitado trabalhadores para cumprir serviços mínimos uma semana antes do permitido por lei.

  • Altice responde a António Costa
    1:33

    Economia

    A Altice respondeu ao Governo, na sequência das críticas de António Costa, lamentando que Portugal não reconheça a importância dos investimentos que o grupo faz no país. A dona da PT inaugurou esta quinta-feira um novo call center em Vieira do Minho e, na sexta-feira, está marcada uma greve geral dos trabalhadores da PT.

  • Protesto dos enfermeiros é "ilegal"
    2:37
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26

    Aqui há História

    Os baixios da barra do Tejo já foram cemitério de centenas de embarcações. Uma delas foi o Patrão Lopes, o navio de salvamento que saía para o mar quando todos fugiam das tempestades. Foram cinco dias em agonia até naufragar no Bugio, num caso que acabou na barra do tribunal. 80 anos depois, a SIC mergulhou no Patrão Lopes porque "Aqui Há História".

  • Sismo de magnitude 6.9 na Turquia

    Mundo

    Um forte sismo com magnitude 6.9 na escala de Richter fez-se sentir esta quinta-feira a sul da cidade turca de Bodrum. A informação foi avançada pela agência norte-americana de Geologia.