sicnot

Perfil

País

Marcelo evoca "testemunho de serviço público" de Guilherme Pinto

O Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, evocou o "testemunho de serviço público" do presidente da Câmara Municipal de Matosinhos, Guilherme Pinto, que morreu este domingo aos 57 anos.

"O Presidente da República evoca, com respeito, o testemunho de serviço público autárquico do Senhor Dr. Guilherme Pinto e apresenta à família e ao Município de Matosinhos as suas condolências", lê-se numa mensagem divulgada no 'site' da Presidência.

Marcelo Rebelo de Sousa será representado nas cerimónias fúnebres pelo presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira.

A Câmara de Matosinhos anunciou hoje ter decretado três dias de luto municipal pela morte do presidente, Guilherme Pinto, cujo corpo está a ser velado nos Paços do Concelho até às 15:00 de segunda-feira.

Em comunicado, a autarquia referiu que, às 15:00 de segunda-feira, o "féretro seguirá para a Igreja do Bom Jesus de Matosinhos, onde, pelas 16 horas, será celebrada uma missa de corpo presente, presidida pelo bispo do Porto, António Francisco dos Santos".

A Câmara de Matosinhos informou que Guilherme Pinto morreu de madrugada, aos 57 anos, "em casa, junto da família e de modo tranquilo, após mais de dois anos de luta contra a doença".

Lusa

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19