sicnot

Perfil

País

Ecrãs gigantes e mais estacionamentos durante visita do papa a Fátima

© Stefano Rellandini / Reuters

Durante a visita do papa Francisco a Fátima vão ser criadas bolsas de estacionamento fora da cidade e colocados ecrãs gigantes fora do perímetro do Santuário, anunciou esta quinta-feira a autarquia de Ourém.

Estas duas medidas foram decididas na quarta-feira durante uma reunião, realizada na Câmara Municipal de Ourém, com as entidades ligadas à organização e segurança da visita do papa Francisco a Fátima, em maio.

Em comunicado, a autarquia da Ourém adianta que vão ser criadas várias bolsas de estacionamento fora da cidade de Fátima com serviço de 'transfer', como já foi desenvolvido em situações idênticas.

Segundo a câmara de Ourém, vão ser também colocados ecrãs gigantes fora do perímetro do Santuário de Fátima, que vai transmitir as cerimónias e todas as informações úteis aos visitantes.

Além da autarquia de Ourém, a organização e segurança da visita do papa envolve o Santuário de Fátima, Junta de Freguesia de Fátima, Associação Comercial de Ourém-Fátima (ACISO), Guarda Nacional Republicana e Autoridade Nacional de Proteção Civil.

O presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca, afirmou que esta reunião teve como principal objetivo uma "reflexão conjunta, para que se possa garantir, com a devida antecedência, uma eficaz capacidade de resposta em todos os setores".

A autarquia de Ourém indica ainda que vai realizar-se um próxima reunião entre estas entidades em meados de fevereiro.

O papa Francisco vai estar em Fátima de 12 a 13 de maio, por ocasião do centenário das aparições.

Francisco será o quarto papa a visitar Portugal, depois de Paulo VI - 50 anos das aparições -, João Paulo II (12-15 de maio de 1982, 10-13 de maio de 1991 e 12-13 de maio de 2000) e Bento XVI (11-14 de maio de 2010).

No final de dezembro, a ministra da Administração Interna, Constança Urbano de Sousa, disse que o esquema de segurança montado para a visita do papa a Fátima vai ser sobretudo da responsabilidade da GNR, mas todas as forças e serviços de segurança vão estar envolvidos.

"Uma grande parte da operação vai ser naturalmente da responsabilidade da Guarda Nacional Republicana, porque é a sua área territorial de intervenção, mas todas as forças e serviços de segurança estão empenhados e a cooperar para montar toda esta operação de segurança", disse a ministra.

Segundo Constança Urbano de Sousa, neste momento já estão a decorrer várias reuniões ao nível do sistema de segurança interna, sendo a secretária-geral do Sistema de Segurança Interna que coordena toda a operação.

Lusa

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Atrás das Câmaras em Fátima
    2:48
  • PS quer reconquistar poder em Vila Viçosa
    2:06

    Autárquicas 2017

    Ana Catarina Mendes insistiu na ideia de que o PSD escolheu um modo perigoso de fazer campanha, ao insistir nas críticas à lei da imigração. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS, esteve esta quarta-feira em campanha no distrito de Évora.

  • Troca de argumentos entre Medina e Cristas marca campanha em Lisboa
    2:34

    Autárquicas 2017

    Esta quarta-feira o dia de campanha em Lisboa ficou marcado por uma troca de argumentos entre Fernando Medina e Assunção Cristas. O atual presidente da Câmara acusa a candidata do CDS de não respeitar os lisboetas por admitir que pode não exercer o cargo de vereadora até ao fim do mandato. Já Assunção Cristas garante que se for eleita cumpre o mandato até ao fim.

  • Furacão Maria já causou pelo menos nove mortes

    Mundo

    O furacão Maria já causou pelo menos nove mortos durante a sua passagem pelas Antilhas Menores, tendo baixando para uma tempestade de grau três depois de atravessar Porto Rico, segundo as autoridades.

  • Casal morre com horas de diferença depois de 75 anos de casamento

    Mundo

    George e Jean Spear morreram no passado dia 15 de setembro, no hospital de Queensway Carleton, em Ottawa (Canadá), depois de terem celebrado 75 anos de casamento em agosto. A britânica de 94 anos conheceu o candaniano em 1941, num salão de bailes, em Londres. George Spear servia as Forças Armadas durante a Segunda Guerra Mundial.

    SIC