sicnot

Perfil

País

Mais de 14 mil assinaturas em petição contra a eutanásia

(Arquivo)

© Philippe Wojazer / Reuters

A Federação Portuguesa Pela Vida anunciou esta quinta-feira que recolheu mais de 14 mil assinaturas da petição "Toda a Vida Tem Dignidade", que apela à rejeição do "direito a dispor ou apoiar a eliminação de vidas humanas".

Num comunicado, em que se congratula pelo número de assinaturas recolhidas, "acima do triplo das necessárias para a sua discussão em plenário", a Federação Portuguesa Pela Vida sublinha "a grande adesão do povo português à defesa da vida humana".

No texto que acompanha a petição lê-se que "a eutanásia é sempre um homicídio apoiado pelo Estado (pretensamente através de algum profissional de saúde) ou um suicídio assistido pelo Estado".

Ao Estado "não cabe criar o direito de alguém ser morto por outrem, nem validar esta opção como legítima perante o coletivo", prossegue o texto.

Os autores da petição querem que a Assembleia da República "legisle no sentido de reforçar e proteger o valor objetivo da vida humana, garantindo (...) a sua inviolabilidade, independentemente das circunstâncias em que se encontre".

Pretendem ainda que o Parlamento "rejeite toda e qualquer proposta que vá no sentido de conferir ao Estado o direito a dispor ou apoiar a eliminação de Vidas Humanas, ainda que com o alegado consentimento da pessoa".

Lusa

  • PSD começa a debater eutanásia e recusa acordos "à socapa"
    1:57

    País

    Marco António Costa diz que é curioso que o Governo tenha escolhido o ex-ministro da Saúde de Passos Coelho para "tratar da saúde" da Caixa Geral de Depósitos. O vice-presidente do PSD criticou quem, na atual maioria, tem apontado o dedo tanto a Paulo Macedo como, no passado, a Nuno Crato.

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.