sicnot

Perfil

País

Portugal entrega queixa sobre Almaraz na UE na próxima 2ª feira

SIC

A queixa do Governo português pode levar a Comissão Europeia a pedir clarificações a Espanha.

A reunião em Madrid entre os ministros do Ambiente português e espanhola terminou sem acordo sobre a construção de um aterro para resíduos nucleares da central de Almaraz. Portugal vai entregar uma queixa na Comissão Europeia na próxima 2ª feira.

"Portugal vai solicitar a intervenção de Bruxelas neste caso. Havendo um diferendo, ele tem de ser resolvido pelas instâncias europeias", disse o ministro do Ambiente português, João Matos Fernandes, à saída de uma reunião com a sua homóloga espanhola, Isabel García Tejerina, e com o ministro da Energia, Álvaro Nadal.

O Governo português defende que, no projeto de um aterro de resíduos junto à central nuclear de Almaraz, "não foram avaliados os impactos transfronteiriços", o que está contra as regras europeias.

O Governo espanhol considera que não estava obrigado a avaliar os impactos transfronteiriços do projeto.

UE pode vir a pedir esclarecimentos a Espanha

A queixa do Governo português pode levar a Comissão Europeia a pedir clarificações a Espanha sobre Almaraz.

Bruxelas escusa-se para já a comentar uma queixa que ainda não chegou. Mas em resposta à SIC, um porta-voz do executivo adianta que "se houver uma queixa, a Comissão irá analisá-la e poderá decidir contactar Espanha para clarificar a situação e para chamar a atenção para as obrigações decorrentes da legislação europeia".

Em causa está a diretiva sobre a avaliação de impactos ambientais. De acordo com a legislação, Portugal tem o direito a pedir para ser ouvido e para participar no processo de decisão de projetos como o novo armazém de resíduos nucleares de Almaraz.

A Comissão Europeia tem acompanhado o diferendo entre Portugal e Espanha e diz que está a par das preocupações portuguesas.

  • Os apelos de Marcelo para a reforma do Estado
    1:36

    País

    O Presidente da República lamentou este sábado que o consenso para uma reforma do Estado seja um sonho adiado. No enceramento do congresso "Portugal no Futuro", Marcelo Rebelo de Sousa apelou a entendimentos em áreas estratégicas e defendeu que é preciso passar as palavras à ação, o quanto antes.

    Débora Henriques

  • Tragédia de Vila Nova da Rainha foi há uma semana
    7:18
  • Escutas da Operação Marquês "não podem servir de prova"
    1:36

    Operação Marquês

    As defesas de José Sócrates e de Ricardo Salgado queixam-se que as escutas do processo Marquês estão infetadas por um vírus informático. Os advogados dizem que tal como estão as escutas não podem servir de prova. No entanto, o Ministério Público diz que estão reunidas as condições para começar a contar o prazo para a abertura de instrução.

    Luís Garriapa

  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52