sicnot

Perfil

País

Saúde 24 encaminhou mais de 5 mil doentes com gripe para centros de saúde e hospitais

(Arquivo)

SIC

Um terço dos utentes com sintomas de gripe que ligaram para a Linha Saúde 24, desde novembro, foram encaminhados por este serviço para os centros de saúde e 10% para a urgência hospitalar, não pagando taxa moderadora nesses atendimentos.

De acordo com Sérgio Gomes, que coordena esta linha de atendimento telefónico (808242424), desde que o módulo Inverno do Plano de Contingência para as Temperaturas Extremas Adversas entrou em vigor, a 01 de novembro, a Linha Saúde 24 recebeu 150.329 contactos.

Em relação a igual período do ano passado, a linha realizou mais 27% de atendimentos.

Destas chamadas, 18,7 por cento das recebidas em janeiro foram para avaliação de síndrome gripal, 15,2 por cento em dezembro de 2016 e 0,23 por cento em novembro.

As chamadas para o atendimento por gripe cresceram 150 por cento comparativamente ao período homólogo do ano passado: 16.027 em 2016/2017 e 6.405 em 2015/2016.

Sobre os doentes atendidos por gripe e que foram encaminhados pelos profissionais da Linha de Saúde 24, Sérgio Soares revelou que, desde novembro, um terço (5.236) foi orientado para os cuidados de saúde primários, 10,1 por cento (1.615) para a urgência hospitalar e 0,1 por cento (11) para o INEM.

A maioria dos atendimentos por gripe (9.165) foi orientada para autocuidados, num total de 57,1 por cento dos 16.027 atendimentos por gripe.

O módulo Inverno do Plano de Contingência para as Temperaturas Extremas Adversas entrou em vigor está acionado até 31 de março.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.