sicnot

Perfil

País

Jovem português desaparecido em Paris foi hospitalizado para avaliação

O jovem português que estava desaparecido em França desde 26 de dezembro foi internado no serviço de psiquiatria do Centro hospitalar Robert-Ballanger, nos arredores de Paris, depois de ter estado alojado duas semanas em casa de um desconhecido.

O internamento de Sérgio Filipe Lopes Machado, de 26 anos, foi confirmado à Lusa pelo próprio hospital, depois de um próximo da família do jovem ter dado conta do mesmo.

A fonte ligada à família, Romeu Braga, disse à Lusa em Paris que o jovem "se encontra internado no hospital, desde hoje à tarde, com lesões traumáticas, ainda sem se conhecer verdadeiramente o que as causou". Por outro lado, em declarações à Lusa, a polícia francesa esclareceu que Sérgio Machado esteve alojado duas semanas em casa de uma pessoa que "não o conhecia inicialmente", uma versão diferente da que foi divulgada anteriormente pelo gabinete do secretário de Estado das Comunidades.

"Ele não o conhecia inicialmente, mas é um senhor que pensou que se tratava de um refugiado sírio ou uma pessoa com necessidades e acolheu-o em casa dele. É um jovem bipolar, que não é capaz de se desenrascar sozinho. O senhor alojou-o durante as duas semanas, o tempo em que esteve desaparecido. Quando foi a um bar com o rapaz, uma das pessoas que estava lá e que tinha ouvido falar de um desaparecimento preocupante, assinalou-o", explicou fonte da polícia de Massy, no sul de Paris.

O gabinete do secretário de Estado das Comunidades tinha dito à Lusa na quinta-feira que Sérgio Machado "terá estado em casa de um amigo".

Romeu Braga acrescentou que Sérgio Machado e o seu irmão decidiram entretanto apresentar queixa contra o "desconhecido" que albergou o jovem.

"Sérgio, na companhia do irmão, foi ontem de manhã ao comissariado da Polícia de Massy, onde prestou depoimento, e foi apresentada queixa contra um cidadão francês, desconhecido do Sérgio ou de qualquer pessoa que convive com ele (...) Este senhor desconhecido manteve o Sérgio duas semanas com ele, sem se conseguirem compreender, porque um não fala francês e o outro não fala português", indicou Romeu Braga. A polícia confirmou que vai interrogar a pessoa que alojou o português "na próxima semana", ressalvando porém que "quando o jovem foi encontrado, não apresentava problemas" e sublinhando que se trata de um "rapaz bipolar".

Na semana passada, a polícia tinha indicado, também, que o jovem "só fala português, sofre de distúrbios psiquiátricos (bipolaridade) e não é capaz de andar nos transportes públicos", sublinhando que "ele é incapaz de se desenrascar sozinho sem o irmão" e que "não tem consigo bilhete de identidade nem formas de pagamento".

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.