sicnot

Perfil

País

Obras na EN125 entre Olhão e Vila do Bispo recomeçam

Obras na EN125 entre Olhão e Vila do Bispo recomeçam

As obras na estrada nacional 125 que liga Olhão a Vila do Bispo vão finalmente recomeçar. Os trabalhos estavam parados desde o verão de 2016 e o Governo garante que devem ficar prontos em junho. O ministro do Planeamento promete obras nentre Olhão e Vila Real Santo António ainda este ano.


O ministro do planeamento e infraestruturas esteve ontem em Lagos para assinalar a renegociação do contrato com a concessionária.

Os trabalhos vão incidir em 5 lanços da estrada, num total de 103 quilómetros. São eles a ligação entre Lagos e Vila do Bispo, o Nó da A22 com Faro, a ligação Faro/Olhão, o Nó entre Faro e a estrada nacional 2 e a ligação entre Lagos e o nó o IC4.

O ministro garantiu ainda que a próxima prioridade do executivo são as obras no troço entre Olhão e Vila Real de Santo António, que devem arrancar ainda este ano.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.