sicnot

Perfil

País

Aplicadas 39 penas disciplinares a juízes entre 2015 e 2016

O Conselho Superior da Magistratura (CSM) aplicou 39 penas disciplinares a juízes, entre setembro de 2015 e agosto de 2016, sendo uma de demissão, cinco de aposentação compulsiva e cinco de suspensão, indica o relatório anual daquele órgão.

O relatório, hoje entregue pelo presidente e pelo vice-presidente do CSM à Assembleia da República, menciona que, entre as 39 penas disciplinares aplicadas por este órgão de gestão e disciplina dos juízes, constam ainda 13 por multa e sete por advertência registada. O relatório refere que o número de penas aplicadas (39) entre 01 de setembro de 2015 e 31 de agosto de 2016 é igual às aplicadas em igual período entre os anos de 2014 e 2015.Segundo o relatório 2015/2016, foram instaurados 37 inquéritos, a que se juntaram 29 pendentes de anos anteriores. Destes, 15 foram arquivados e 34 convertidos em processos disciplinares.

O relatório refere também que os inquéritos representaram 59% da atuação disciplinar do CSM, enquanto os processos disciplinares 31% e as averiguações 10%. No período contido no relatório 2015/2016, o CSM deu como entrados 27 processos disciplinares, contabilizou 33 pendentes de anos anteriores e julgou 29, deixando 31 pendentes para o ano seguinte.

O documento revela que, no mesmo período, foram realizadas e decididas pelo CSM 330 inspeções judiciais ordinárias e 19 inspeções extraordinárias, totalizando 349 inspeções. Nesse período, dos atos e deliberações do CSM foram interpostos 14 recursos por juízes relativamente a processos disciplinares, dos quais três foram considerados improcedentes, adianta o relatório.

Quanto aos processos de inspeção ordinária, foram interpostos cinco recursos, dos quais dois foram considerados improcedentes, encontrando-se os restantes três por decidir. Em igual período de 2015/2016, o CSM revela ter recebido 33 pedidos de aceleração processual por parte de cidadãos, dos quais 24 foram indeferidos, quatro foram deferidos e cinco extintos antes do conhecimento.

O relatório apresenta ainda um quadro com o número de juízes, que totalizam 1962, sendo que 1831 estão em funções nos tribunais judiciais, enquanto 127 estão em comissão de serviço e quatro suspensos da atividade.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44