sicnot

Perfil

País

Justiça e Ordem dos Advogados passam por "questões dificilíssimas"

ANT\303\223NIO COTRIM

O bastonário da Ordem dos Advogados (OA), Guilherme Figueiredo, disse esta quarta-feira, no Porto, que a justiça portuguesa passa por "questões dificilíssimas", tal como a OA, havendo um "longo" caminho a trilhar.

Na cerimónia de tomada de posse do Conselho Regional e do Conselho de Deontologia do Porto, Guilherme Figueiredo, considerou que é necessário atirar "o melindre para trás das costas" para avançar sem prejuízos e sem problemas menores.

Há um longo caminho a trilhar, mas esse caminho deve incluir "todos os advogados" para "todos participarem", de uma forma ou outra, nos destinos da advocacia e da Ordem, frisou. Guilherme Figueiredo realçou a necessidade de a ordem ser "unida" e incluir, em vez de excluir, para conseguir tratar a diferença. Por isso, a ordem fará um trabalho interno de união que exige e signifique confrontação e debate sério das ideias de todos para ser capaz de encontrar convergências, garantiu Guilherme Figueiredo. "Hoje é necessário discutirmos tudo", sublinhou.

A questão da diferença é "absolutamente essencial" para projetar a ordem e reconhecer a sua história, não podendo ter exclusões na atividade do quotidiano, considerou. Na sua tomada de posse, a 11 de janeiro passado, em Lisboa, Guilherme Figueiredo defendeu "uma diminuição acentuada das custas judiciais", considerando que estas atingem "valores insuportáveis".

Além da diminuição das custas judiciais, o bastonário elegeu como questões centrais a importância do segredo profissional, a prática de buscas a escritórios de advogados e a constituição destes como arguidos, o Pacto sobre a Justiça e o Fórum Institucional para a Justiça e a Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores.

Lusa

  • CDS quer que Governo revele detalhes do negócio do Novo Banco
    0:46

    Economia

    O CDS considera fundamental que o Governo revele os detalhes do negócio do Novo Banco para que pare com a especulação. Os centristas guardam uma posição política para depois de serem conhecidos os pormenores e lembram, mais uma vez, que o Executivo tem uma maioria parlamentar de Esquerda que o apoia.

  • ASAE faz doação de roupa apreendida
    1:15

    País

    A ASAE doou cerca de 200 peças de vestuário à Associação CAIS, apreendidas em ações de fiscalização. O valor destas peças é de quase 10 mil euros. Em 2016, a ASAE fez 100 ações de doação, um total de aproximadamente 14 mil peças.

  • PSD tem dúvidas sobre legalidade da taxa de proteção civil de Lisboa
    0:33

    País

    O PSD disse esta quarta-feira que a taxa de proteção civil da Câmara de Lisboa é um imposto e tem dúvidas sobre a legalidade. Numa reação ao envio deste diploma para o Tribunal Constitucional pelo Provedor de Justiça, os sociais-democratas deixaram ainda a promessa de acabar com a taxa, caso vençam as eleições na capital.

  • Conheça o Spa para recém-nascidos
    1:28

    Mundo

    Chama-se Baby Spa Perth e fica na Austrália. Nos últimos dias, o mundo ficou a conhecer este spa graças às fotografias dos bebés com as boias, que se tornaram virais nas redes sociais. O spa tem hidroterapia personalizada e massagens relaxantes. A boia, Bubby, permite que os bebés possam flutuar na água, sozinhos e em segurança.

    Patrícia Almeida

  • A rã que brilha no escuro
    2:08

    Mundo

    É a última descoberta do reino animal. Foi encontrada acidentalmente na Argentina uma nova espécie de rã, fluorescente.