sicnot

Perfil

País

PJ desmantelou organização ligada ao tráfico de drogas por via áerea

ANTONIO COTRIM

A Polícia Judiciária deteve seis pessoas no âmbito de uma operação de combate ao trafico internacional de droga por via aérea. Esta ação representa o culminar de uma investigação que decorria há dois anos e que permitiu o desmantelamento de uma organização criminosa transnacional, sedeada na região de Lisboa, e que tinha como objetivo o tráfico de cocaína.

"O modus operandi consistia na aquisição de quantidades consideráveis de cocaína num país da América do Sul, a qual era transportada para o nosso país através da via aérea por 'correios' e posteriormente distribuída no território nacional", indica a nota divulgada pela PJ.

Segundo as autoridades a organização "revelava uma estrutura bem definida e sofisticada, com regras precisas quanto à definição do perfil e forma de recrutamento dos 'correios' que iriam efetuar o transporte, os quais eram sujeitos a formação específica".

O transporte e introdução do produto estupefaciente em território nacional ocorriam, segundo a PJ, mediante a utilização de voos comerciais, sendo que os "correios" transportavam a cocaína no interior das suas bagagens.

"Nalgumas ocasiões contudo, a droga foi dissimulada no interior do organismo de 'correios' e também enviada através de encomendas postais", é referido.

No decurso da operação "Mastermind" foram efetuadas 45 buscas domiciliárias. Os detidos, com idades compreendidas entre os 24 e os 39 anos, vão agora ser presentes à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

Com Lusa

  • Aviação russa matou mais de 11 mil pessoas na Síria

    Mundo

    Pelo menos 11.612 pessoas morreram na Síria em resultado dos bombardeamentos da aviação russa, aliada do Governo de Damasco, iniciados em 30 de setembro de 2015, de acordo com dados publicados hoje pelo Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

  • Mais de 500 casos de sarampo na Europa este ano, avisa OMS

    Mundo

    Mais de 500 casos de sarampo foram reportados só este ano na Europa, afetando pelo menos sete países, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Em Portugal, a OMS reconheceu oficialmente a eliminação do vírus do sarampo no verão do ano passado.