sicnot

Perfil

País

ADSE não reembolsa funcionários públicos desde dezembro

Sede da ADSE, em Lisboa

Desde dezembro que a ADSE não reembolsa as despesas de saúde aos funcionários públicos, uma situação que se prende com a passagem do sub sistema de saúde a instituto público de gestão participada.

A alteração do modelo, de Direção Geral para Instituto, obrigou a que as devoluções das despesas feitas no chamado regime livre fossem suspensas.

À SIC, a presidência da ADSE garantiu que já foi dada ordem para que se comece a pagar. As devoluções deverão começar a ser feitas ainda esta semana mas durante algum tempo haverá atrasos.

O novo modelo da ADSE obriga a que haja um representante dos beneficiários na liderança.

O subsistema de saúde vai também permitir que os cônjuges dos funcionários públicos, mesmo os que trabalham em empresas privadas, sejam beneficiários.

  • Só novos beneficiários pagarão se quiserem aderir à ADSE
    1:51

    Economia

    Os familiares de beneficiários da ADSE que também queiram ser beneficiários do mesmo subsistema de saúde vão passar a pagar contribuições. O decreto-lei onde está prevista esta alteração anuncia ainda a criação do instituto público. O diretor-geral da ADSE explicou à SIC as alterações. Os sindicatos da função pública criticam o Governo por não ter negociado.