sicnot

Perfil

País

Ministério da Saúde vai ter plano de contingência para a visita do Papa a Fátima

© Nacho Doce / Reuters

O Ministério da Saúde vai ter um plano de contingência para a visita do Papa Francisco a Fátima, em maio, que inclui o apoio aos peregrinos e às entidades oficiais que participam nas celebrações do Centenário das Aparições.

Em despacho publicado esta segunda-feira no Diário da República, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Fernando Araújo, afirma que a "singularidade e a dimensão" do evento religioso "com o previsível aumento da afluência de peregrinos" e "o número e a diversidade de pessoas e instituições envolvidas e a extensa participação de altas entidades" devido à presença do papa Francisco a 12 e 13 de maio fazem com que a proteção da saúde pública relacionada com o evento constitua "uma iniciativa da maior responsabilidade por parte do Estado".

Assim, o Governo determina a constituição de uma comissão que será responsável por elaborar e acompanhar o Plano de Contingência do Ministério da Saúde, garantindo "uma resposta atempada, estruturada e eficaz no âmbito da saúde e da gestão dos seus recursos".

De acordo com o despacho de Fernando Araújo, serão objeto de planificação "as situações previsíveis que requerem medidas específicas, como as de doença, com o impacto no aumento de afluência às estruturas de saúde locais", e também as situações de exceção "potencialmente com múltiplas vítimas, incluindo de natureza traumática, biológica e química, ou outra".

O plano incluirá um dispositivo que abranja os peregrinos "com a implementação de um sistema de vigilância epidemiológica que permita a deteção precoce de doenças antes, durante e na fase imediata após o evento", e a acessibilidade a cuidados de saúde primários em patologias agudas não urgentes ou cuidados pré-hospitalares e hospitalares "nos casos urgentes e emergentes".

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) ficará responsável por "planear, dimensionar e implementar um dispositivo de apoio médico pré-hospitalar e de acompanhamento de altas individualidades" que será integrado no plano de contingência.

O despacho governamental determina ainda que seja dada "especial atenção aos preparativos e mecanismos de resposta" dos hospitais situados em "maior proximidade" a Fátima, onde se incluem o hospital distrital de Santarém, Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e os centros hospitalares de Leiria, Oeste, Médio Tejo e Lisboa Norte.

Já considerando a possibilidade da ocorrência de uma situação de exceção "que possa obrigar à mobilização nacional de meios mais diferenciados", o despacho frisa que os planos de situação de catástrofe de "todos os hospitais universitários com urgência polivalente", nomeadamente os do Porto, Coimbra e Lisboa Ocidental, "devem ser atualizados e testados".

A comissão agora criada, que, para além do plano de contingência, fará o levantamento das necessidades e a avaliação de risco "com a respetiva planificação de meios e procedimentos de resposta no âmbito das comemorações do Centenário das Aparições de Fátima", será presidida por António Marques da Silva, especialista em medicina de catástrofe e diretor do Departamento de Anestesiologia, Cuidados Intensivos e Emergência do Centro Hospitalar e Universitário do Porto.

Integram ainda a referida comissão, que vai funcionar junto do gabinete do secretário de Estado Adjunto e da Saúde, outros dez elementos, em representação da Direção-Geral de Saúde, Administração Central do Sistema de Saúde, administração regionais de saúde do Norte, Centro e Lisboa e Vale do Tejo, Autoridade Nacional do Medicamento (Infarmed), INEM, Instituto Ricardo Jorge, Instituto Português do Sangue e Serviços Partilhados do Ministério da Saúde.

O despacho sustenta ainda que a comissão criada pelo ministério da Saúde "deve assegurar a necessária articulação" com os serviços e organismos dos ministérios dos Negócios Estrangeiros, Defesa Nacional, Administração Interna e Economia, bem como com o Santuário de Fátima e Conferência Episcopal Portuguesa "e dar especial relevo à auscultação e participação das câmaras municipais da área geográfica circundante ao Santuário".

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.