sicnot

Perfil

País

Cientistas recordam Mário Ruivo como uma inspiração

Cientistas recordam Mário Ruivo como uma inspiração

Mário Ruivo, presidente do Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, morreu esta quarta-feira em Lisboa, aos 89 anos. Considerado um dos pioneiros na defesa dos oceanos, exerceu vários cargos em organismos nacionais e internacionais. Cientistas de diferentes áreas do conhecimento recordam o biólogo como uma inspiração.

  • Especialista em oceanografia Mário Ruivo morreu hoje aos 89 anos

    País

    Mário Ruivo, presidente do Conselho Nacional do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, morreu hoje, em Lisboa, aos 89 anos. Antifascista, ministro dos Negócios Estrangeiros no V Governo provisório, e cientista português, Mário Ruivo é reconhecido sobretudo pelo pioneirismo na defesa dos oceanos e pelo lançamento das políticas de ambiente em Portugal.

  • Cessar-fogo violado na Síria
    1:37
  • Chuva regressa nos próximos dias
    1:30
  • Luso-canadiana quer atingir os 7 cumes mais altos dos 7 continentes
    2:08