sicnot

Perfil

País

Fenprof lança campanha para mudar gestão das escolas

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) lança na quinta-feira uma campanha nacional em defesa da alteração do modelo de gestão das escolas, que considera demasiado centrado no diretor, defendendo ao mesmo tempo a desagregação dos grandes agrupamentos.

"Pensamos que a gestão democrática das escolas é fundamental para o seu bom funcionamento", disse esta terça-feira à agência Lusa o secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, segundo o qual este é um dos principais pontos de preocupação dos docentes, a par das questões salariais e de progressão na carreira.

A federação sindical vai, assim, recuperar propostas já apresentadas no ano passado e ouvir de novo os professores, numa espécie de referendo a decorrer nas escolas durante uma semana, em fevereiro, através de um questionário em que vão pronunciar-se sobre o atual modelo de gestão dos estabelecimentos de ensino e o que deve mudar.

"Os professores sentem-se completamente afastados das decisões, nomeadamente de ordem pedagógica", afirmou o dirigente sindical, frisando que não se trata de uma posição contra os diretores.

Os responsáveis pelas escolas vão também participar neste debate numa das iniciativas a realizar até ao final do mês de março.

"O problema é o modelo, há um afunilamento na gestão das escolas numa só pessoa, que acaba por se transformar num elo do Ministério da Educação", acrescentou.

Até meados de março, haverá reuniões "em todas as escolas" para debater os resultados, incluindo com os pais, os estudantes, os funcionários e os autarcas, indicou Mário Nogueira.

No final, haverá "uma grande iniciativa" a nível nacional para fazer avançar a proposta que resultar deste processo e que será entregue aos partidos políticos e ao ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, com o qual a Fenprof quer debater o tema.

"Uma boa gestão não é possível de compaginar com mega agrupamentos", insistiu Mário Nogueira, para quem a rede escolar deve ser reequacionada: "Os mega agrupamentos devem ser desagregados".

Lusa

  • Os 36 golos dos 16 avos da Liga Europa

    Liga Europa

    A jornada europeia ficou marcada, no panorama das equipas portuguesas, pelo apuramento do Sporting e pela eliminação do Sporting de Braga. Os leões passam assim a ser o único clube luso em prova na Liga Europa. Nos oitavos de final, o emblema de Alvalade pode encontrar adversários como o Arsenal, o Atlético de Madrid ou o AC Milan. O sorteio realiza-se esta sexta-feira, ao meio-dia. Aqui, veja ou reveja todos os golos da segunda mão dos 16 avos de final da Liga Europa.

  • Coreia do Norte acusa Guterres de ser subordinado dos EUA

    Mundo

    A Coreia do Norte criticou esta quinta-feira o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, por apoiar sanções para pressionar o país a entrar em negociações com os Estados Unidos sobre a desnuclearização, referindo que tem atuado como um subordinado.

  • Não dá mais, Brasil!
    18:00
  • Escolas da Portela e Moscavide degradadas e com amianto
    3:00
  • O estranho caso do mergulhador Alejandro Ramos

    Mundo

    O mergulhador Alejandro Ramos tornou-se num caso de investigação do Centro Médico Naval do Peru, depois do seu corpo ter começado a inchar sem qualquer explicação aparente. Isto aconteceu há quatro anos, minutos depois de ter emergido da água, onde tinha estado a trabalhar durante muitas horas.

    SIC