sicnot

Perfil

País

Tribunal da Relação do Porto julga hoje arguidos do Face Oculta

Tribunal da Relação do Porto julga hoje arguidos do Face Oculta

O Tribunal da Relação do Porto começa a julgar esta tarde os recursos interpostos por quase todos os arguidos do processo Face Oculta. Entre eles estão o antigo ministro socialista Armando Vara e o ex-presidente da REN, José Penedos, que foram condenados em 1ª instância a cinco anos de prisão efetiva.

  • Investigadores querem escutas de Armando Vara
    2:44

    Operação Marquês

    Os investigadores da Operação Marquês querem ouvir as escutas de Armando Vara no processo Face Oculta. Os registos já foram pedidos, mas não vão incluir as conversas com José Sócrates, que foram destruídas há dois anos, por ordem do Supremo Tribunal. As suspeitas contra Vara ganharam entretanto força porque um testemunho garante que o ex-administrador da Caixa Geral de Depósitos foi a peça central no negócio de Vale do Lobo.

  • Manuel Godinho já pode sair do país

    Face Oculta

    O Tribunal da Relação do Porto (TRP) revogou as medidas de coação aplicadas a Manuel Godinho, principal arguido do processo "Face Oculta", que impediam o sucateiro de viajar para o estrangeiro, segundo um acórdão consultado esta quarta-feira.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.