sicnot

Perfil

País

Escola Alexandre Herculano só reabre na segunda-feira

O Ministério da Educação suspendeu as aulas na Escola Secundária Alexandre Herculano até à próxima segunda-feira, "com o objetivo primeiro de acautelar as condições de segurança dos alunos", de acordo com um comunicado divulgado esta quinta-feira.

"Com o objetivo primeiro de acautelar as condições de segurança dos alunos, o Ministério da Educação decidiu que esta sexta-feira, dia 27 de janeiro, não existirão atividades letivas na Escola Secundária Alexandre Herculano, no Porto, as quais serão retomadas na segunda-feira, dia 30 de janeiro.

A decisão surge em articulação com a direção da Escola, estando a ser comunicada aos encarregados de educação", lê-se no comunicado da tutela. A escola foi encerrada esta quinta-feira, por decisão do diretor, por chover em várias das salas de aula.

"Na manhã desta sexta-feira realizar-se-á uma reunião entre o Delegado Regional de Educação do Norte e respetiva equipa técnica, a direção da Escola e a Associação de Pais no sentido de estabilizar a solução já identificada para acomodar todos os estudantes deste estabelecimento de ensino", adiantou ainda a tutela, sem esclarecer qual a solução identificada.

Ainda durante a manhã o Ministério da Educação (ME) disse estar a estudar uma "solução imediata" para a reabertura da escola.

O ministério recordou, em nota enviada à Lusa, que a requalificação da Alexandre Herculano "integra a lista de investimentos em infraestruturas educativas e formativas a executar no âmbito dos 'Pactos Territoriais para o Desenvolvimento e Coesão' (PTDC), celebrados no âmbito dos Programas Operacionais Regionais do Acordo de Parceria Portugal 2020", o ministério diz estar em curso um "processo de concertação" com a Câmara do Porto para requalificar a escola.

A Câmara do Porto veio depois afirmar que "quaisquer obras" na Escola Alexandre Herculano "são da exclusiva responsabilidade do Estado central e não da autarquia", apesar de esta se ter disponibilizado para cofinanciar a intervenção.

"O Ministério da Educação continuará o trabalho de concertação com a Câmara Municipal do Porto para que a requalificação da Escola Secundária Alexandre Herculano, necessária há mais de uma década, seja uma realidade", refere o comunicado do ME enviado ao final do dia.

Já o diretor da escola, Manuel Lima, disse que os alunos só regressarão quando existirem garantias de que podem circular "sem qualquer possibilidade de lhes cair um bocado de teto em cima".

A falta de condições na Escola Secundária Alexandre Herculano - projetada pelo arquiteto Marques da Silva (1869 -1947), autor da estação ferroviária de São Bento e da Casa de Serralves, e classificada como imóvel de interesse público - tem motivado intervenções de várias entidades e partidos políticos, nomeadamente ao longo do último ano.

No início de março de 2016, numa resposta enviada à Lusa via correio eletrónico, o Ministério da Educação garantia já à Lusa estar a trabalhar para resolver "tão breve quanto possível" os principais problemas daquele estabelecimento.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Guterres apela à Coreia do Norte para cumprir resoluções

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, apelou este sábado ao ministro do Exterior da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, para o cumprimento das resoluções que o Conselho de Segurança impôs ao país em resposta à sua escalada armada.

  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.