sicnot

Perfil

País

O tempo para hoje

O tempo para hoje

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para hoje céu muito nublado ou encoberto, com boas abertas gradualmente a partir do meio da tarde nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela. Períodos de chuva, por vezes forte nas regiões a sul do sistema montanhoso Montejunto-Estrela a partir do início da manhã, passando gradualmente a regime de aguaceiros durante a tarde, que poderão ser ocasionalmente de granizo e acompanhados de trovoada a sul do referido sistema.

Queda de neve acima de 1200/1400 metros de altitude, descendo a cota para 800/1000 metros de altitude no final do dia. Vento fraco a moderado (10 a 30 km/h) do quadrante sul, soprando até meio da tarde, moderado a forte (30 a 45 km/h) no litoral, com rajadas até 80 km/h e forte (40 a 55 km/h) nas terras altas,
com rajadas até 90 km/h, rodando para oeste a partir da tarde nas regiões Centro e Sul.

Subida da temperatura mínima, que será acentuada no litoral. Descida da temperatura máxima no interior.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.