sicnot

Perfil

País

GNR deteve 73 pessoas em 12 horas, uma das quais por homicídio

A GNR deteve, nas últimas 12 horas, 73 pessoas em flagrante delito, uma das quais por homicídio, anunciou hoje a Guarda Nacional Republicana.

Entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, a GNR realizou várias operações de fiscalização rodoviária e de prevenção e combate à criminalidade violenta que culminaram com a detenção destas 73 pessoas.

A maioria (44) foi detida por condução sob o efeito do álcool, adianta a GNR em comunicado, informando ainda que 14 pessoas foram detidas por condução sem habilitação legal, quatro por furto e duas por desobediência.Houve ainda uma pessoa que foi detida por suspeita de homicídio e outra por falsificação de documentos.

Durante as operações foram também apreendidas 33 doses de haxixe e duas armas brancas, adiantam os dados da GNR.Nas operações de fiscalização de trânsito, os militares detetaram 652 infrações, 245 das quais por excesso de velocidade.

Noventa infrações deveram-se a condução com excesso de álcool e 38 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e de cadeirinha.Durante aquele período foram registados 65 acidentes, que provocaram quatro feridos graves e 23 feridos ligeiros.

Lusa

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.