sicnot

Perfil

País

GNR deteve 73 pessoas em 12 horas, uma das quais por homicídio

A GNR deteve, nas últimas 12 horas, 73 pessoas em flagrante delito, uma das quais por homicídio, anunciou hoje a Guarda Nacional Republicana.

Entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, a GNR realizou várias operações de fiscalização rodoviária e de prevenção e combate à criminalidade violenta que culminaram com a detenção destas 73 pessoas.

A maioria (44) foi detida por condução sob o efeito do álcool, adianta a GNR em comunicado, informando ainda que 14 pessoas foram detidas por condução sem habilitação legal, quatro por furto e duas por desobediência.Houve ainda uma pessoa que foi detida por suspeita de homicídio e outra por falsificação de documentos.

Durante as operações foram também apreendidas 33 doses de haxixe e duas armas brancas, adiantam os dados da GNR.Nas operações de fiscalização de trânsito, os militares detetaram 652 infrações, 245 das quais por excesso de velocidade.

Noventa infrações deveram-se a condução com excesso de álcool e 38 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e de cadeirinha.Durante aquele período foram registados 65 acidentes, que provocaram quatro feridos graves e 23 feridos ligeiros.

Lusa

  • As primeiras reações à morte de Chester Bennington

    Cultura

    Chester Bennington, vocalista da banda de metal alternativo Linkin Park, morreu esta quinta-feira em casa em Palos Verdes Estates, no estado da Califórnia, nos EUA. Várias celebridades já reagiram à morte do músico de 41 anos. Segundo o TMZ, o cantor da banda norte-americana suicidou-se.

  • O perfil do novo herói do surf português
    3:43
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional

    Mundo

    A antiga estrela de futebol americano O. J. Simpson vai sair em liberdade condicional, depois de ter cumprido nove anos de prisão num estabelecimento prisional do estado do Nevada, nos Estados Unidos.

  • Filho do leão Cecil também foi abatido por um caçador

    Mundo

    Xanda pode ter tido o mesmo fim que o seu pai, o leão Cecil, que em 2015 foi abatido por um caçador, no Zimbabué. Na altura, a morte de Cecil tomou proporções inéditas, chegando uma imagem do leão a ser projetada na fachada do Empire State Building. Agora, Xanda terá sido abatido a tiro por um caçador de troféus.