sicnot

Perfil

País

GNR deteve 73 pessoas em 12 horas, uma das quais por homicídio

A GNR deteve, nas últimas 12 horas, 73 pessoas em flagrante delito, uma das quais por homicídio, anunciou hoje a Guarda Nacional Republicana.

Entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, a GNR realizou várias operações de fiscalização rodoviária e de prevenção e combate à criminalidade violenta que culminaram com a detenção destas 73 pessoas.

A maioria (44) foi detida por condução sob o efeito do álcool, adianta a GNR em comunicado, informando ainda que 14 pessoas foram detidas por condução sem habilitação legal, quatro por furto e duas por desobediência.Houve ainda uma pessoa que foi detida por suspeita de homicídio e outra por falsificação de documentos.

Durante as operações foram também apreendidas 33 doses de haxixe e duas armas brancas, adiantam os dados da GNR.Nas operações de fiscalização de trânsito, os militares detetaram 652 infrações, 245 das quais por excesso de velocidade.

Noventa infrações deveram-se a condução com excesso de álcool e 38 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e de cadeirinha.Durante aquele período foram registados 65 acidentes, que provocaram quatro feridos graves e 23 feridos ligeiros.

Lusa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.