sicnot

Perfil

País

Capitanias da Madeira e Porto Santo alertam para situação de risco devido ao mau tempo

Madeira com aviso laranjaLusa/arquivo

HOMEM DE GOUVEIA

As capitanias do Funchal e do Porto Santo alertaram esta terça-feira para o agravamento das condições meteorológicas na Madeira a partir de quinta-feira, apontando que a situação é considerada "de risco".

Num comunicado hoje divulgado, a autoridade marítima das ilhas da Madeira e Porto Santo escreve que "a instabilidade far-se-á notar pela ocorrência de vento fresco e ondas de noroeste que podem atingir os seis metros de altura, com especial incidência na costa norte".

As capitanias referem que "este agravamento é considerado de risco", aconselhando que sejam tomadas "medidas de prevenção por todos aqueles que se encontrem junto à linha de água, nomeadamente, em infraestruturas portuárias e outras na costa".

Ainda indica que estas condições adversas na costa norte se deve prolongar até sábado.

A autoridade marítima insular recomenda "o reforço da amarração e vigilância das embarcações, em especial nos espaços sem vigilância permanente, na circulação pedonal", desaconselhando os passeios junto à linha de água e zonas de rebentação.

As capitanias informam que vão estar de prevenção "para responder a situações que impliquem a sua pronta intervenção".

Devido às previsões de forte ondulação, com vagas que podem atingir os 10 metros, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou a costa norte da Madeira sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, até às 18:00 de quinta-feira, passando depois a amarelo.

Lusa

  • Desespero e euforia: os momentos que marcaram o 8.º dia de Mundial
    0:50
  • Comprava uma bola de futebol com 9 mil cristais Swarovski?
    2:51
  • Lisboa vence prémio Capital Europeia Verde de 2020

    País

    A cidade de Lisboa venceu o prémio de Capital Europeia Verde de 2020, anunciou o comissário da União Europeia para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, numa cerimónia que decorreu em Nijmegen, na Holanda.

  • Trump culpa democratas pela separação de pais e filhos
    0:22