sicnot

Perfil

País

Capitanias da Madeira e Porto Santo alertam para situação de risco devido ao mau tempo

Madeira com aviso laranjaLusa/arquivo

HOMEM DE GOUVEIA

As capitanias do Funchal e do Porto Santo alertaram esta terça-feira para o agravamento das condições meteorológicas na Madeira a partir de quinta-feira, apontando que a situação é considerada "de risco".

Num comunicado hoje divulgado, a autoridade marítima das ilhas da Madeira e Porto Santo escreve que "a instabilidade far-se-á notar pela ocorrência de vento fresco e ondas de noroeste que podem atingir os seis metros de altura, com especial incidência na costa norte".

As capitanias referem que "este agravamento é considerado de risco", aconselhando que sejam tomadas "medidas de prevenção por todos aqueles que se encontrem junto à linha de água, nomeadamente, em infraestruturas portuárias e outras na costa".

Ainda indica que estas condições adversas na costa norte se deve prolongar até sábado.

A autoridade marítima insular recomenda "o reforço da amarração e vigilância das embarcações, em especial nos espaços sem vigilância permanente, na circulação pedonal", desaconselhando os passeios junto à linha de água e zonas de rebentação.

As capitanias informam que vão estar de prevenção "para responder a situações que impliquem a sua pronta intervenção".

Devido às previsões de forte ondulação, com vagas que podem atingir os 10 metros, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou a costa norte da Madeira sob aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, até às 18:00 de quinta-feira, passando depois a amarelo.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.