sicnot

Perfil

País

Familiares de utentes de lar de Alijó preferem não falar sobre as supeitas de maus tratos

Familiares de utentes de lar de Alijó preferem não falar sobre as supeitas de maus tratos

Os familiares dos utentes que poderão ter sido vítimas de maus tratos num lar de Alijó preferem não falar sobre o caso. A instituição que alberga cerca de 30 deficientes mentais já está a ser investigada. Este caso serviu para a Segurança Social alertar para a importância da vigilância das famílias, em situações como esta, e de reportar às autoridades competentes qualquer situação anómala.

  • Suspeita de maus tratos leva à suspensão de funcionária em lar de Alijó
    1:56

    País

    Foi suspensa a funcionária de um lar de Alijó que acolhe pessoas com perturbações mentais. É suspeita de maus tratos e negligência.A instituição confirmou a abertura de um inquérito em novembro do ano passado, mas a decisão de afastar a responsável só surge depois do caso vir a público. Entretanto, a Segurança Social já confirmou que pode haver alegadas práticas de maus tratos ou negligência no lar.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.