sicnot

Perfil

País

Deputados querem ouvir Deco e ASAE sobre condições da carne picada nos talhos

Os deputados aprovaram hoje por unanimidade a audição da associação de defesa do consumidor, Deco, da Autoridade para a Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e do Conselho de Segurança Alimentar sobre as condições da carne picada vendida nos talhos.

O requerimento foi apresentado pelo PSD na Comissão de Agricultura e Mar no seguimento de um estudo publicado na Deco Proteste onde foi identificada carne guardada a temperaturas demasiado altas, "milhões de bactérias por grama", demasiada gordura e sulfitos usados ilegalmente como conservantes.

Em resultado destas conclusões, divulgadas na semana passada, a Deco apelou aos consumidores para que não comprem hambúrgueres já picados nos talhos, onde encontrou bactérias nocivas e aditivos alergénicos usados para fingir que a carne é fresca.

A associação de defesa dos consumidores diz que identificou carne guardada a temperaturas demasiado altas, "milhões de bactérias por grama", entre as quais a 'salmonella' e outras de origem fecal, demasiada gordura e sulfitos usados ilegalmente como conservantes.

Para o estudo, a Deco foi a 25 talhos de Lisboa e Porto e pediu hambúrgueres de carne de vaca que não contivesse cereais ou vegetais, para que estivesse livre de sulfitos, mas mesmo assim encontrou este tipo de conservantes de forma "escondida e ilegal" em 80 por cento das amostras, por vezes em "quantidades enormes".

Os sulfitos podem provocar alergias, náuseas, dores de cabeça, problemas de pele, digestivos e respiratórios, alertou, acrescentando que a reação alérgica pode, embora em casos muito raros, ser potencialmente mortal.

Lusa


  • Atrás das Câmaras em Mirandela
    2:36

    Atrás das Câmaras

    A SIC está a percorrer o pais para ouvir as historias dos municípios e dos eleitores. Até às autárquicas, o programa opinião pública dá lugar ao Atrás das Câmaras, que hoje está em Mirandela, no distrito de Bragança, como conta a repórter Catarina Lázaro.

    Hoje na SIC e SIC Notícias

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03
  • "Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo"
    0:39

    Orçamento do Estado 2018

    O deputado e economista do PS Paulo Trigo Pereira defende que o desagravamento fiscal que o Governo quer pôr em marcha é "moderado". Em entrevista ao Público e à Renascença, o socialista diz que é preciso realismo e que é uma "alquimia" mexer ao mesmo tempo nas carreiras, pensões e rendimentos dos trabalhadores.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15