sicnot

Perfil

País

Homem detido por atirar criança de 2º andar em Lisboa

Um homem foi detido esta quarta-feira depois de ter empurrado uma criança da varanda de um 2º andar em Marvila, Lisboa. Segundo um comunicado da PSP, o rapaz de 9 anos estaria a tentar defender a mãe do agressor, que não era o pai da criança.

O agressor terá abordado o companheiro da mulher e pai da criança quando este saía de casa, perguntando se naquele local residia uma determinada pessoa. O homem respondeu que não e seguiu o seu caminho.

Segundo as autoridades o agressor tocou à campainha da residência e quando a mulher abriu a porta foi "imediatamente agredida pelo suspeito e arrastada para o interior da residência". O rapaz terá "acorrido em socorro da mãe".

O familiar das vítimas que anteriormente tinha sido abordado por este homem regressou a casa quando se apercebeu da situação. O agressor, ao verificar a sua aproximação, "lançou o menor de 9 anos da varanda do 2º andar para a via pública", diz a PSP.

A polícia foi chamada ao local, onde procedeu à detenção do homem.

O suspeito será presente no Tribunal de Instrução Criminal para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

A criança e a mãe apresentavam ferimentos ligeiros e foram transportadas para o Hospital de Santa Maria, para observação.

  • Criança de 9 anos cai da varanda de 2º andar em Chelas, Lisboa
    1:43

    País

    Uma criança de 9 anos caiu esta manhã de um 2º andar de um prédio em Chelas, na cidade de Lisboa. O incidente aconteceu antes das 8h00 em circunstâncias ainda por apurar. Existem suspeitas de violência doméstica e de que a criança terá sido empurrada, informação que ainda não foi confirmada pelas autoridades, tal como relatou a jornalista Joana Costa de Sousa, em direto do local, ao ínicio da tarde.

  • Prémio Pessoa 2017 distingue arquiteto Manuel Aires Mateus
    2:06

    Cultura

    O arquiteto Manuel Aires Mateus é o vencedor do Prémio Pessoa 2017. O anuncio foi feito esta manhã pelo presidente do júri, Francisco Pinto Balsemão. Manuel Aires Mateus é escolhido pelo "caráter inovador" na "continuidade entre o passado e a atualidade".