sicnot

Perfil

País

Risco de infeção de gripe aviária no ser humano "é muito pequeno"

O número de pessoas mortas na China pelo vírus da gripe aviária H7N9 subiu para seis. Há, ainda, 14 pessoas infetadas com a doença, revelaram os meios de comunicação oficiais, a 5 de abril de 2013.

© Stringer China / Reuters

A subdiretora geral da Saúde Graça Freitas disse esta quarta-feira que o risco de infeção para o ser humano por gripe aviária "é muito pequeno" e que, para acontecer, tinha que passar primeiro das aves selvagens para as domésticas.

"O risco para o ser humano é muito pequeno, só muito raramente que os vírus aviários passam a barreira das espécies e conseguem infetar os humanos", disse aquela responsável à Lusa, na sequência da deteção de um caso de gripe aviária no Algarve

De acordo com Graça Freitas, o tipo de vírus que foi detetado numa garça-real no concelho de Loulé, o H5N8, "é um dos muitos que vive na natureza" e que se hospeda nas aves, sobretudo nas aquáticas, sendo que existem apenas três tipos de vírus da gripe que infetam habitualmente a espécie humana.

"O que às vezes acontece é que o vírus pode passar das aves silvestres para aves domésticas e, nessa passagem, pode provocar doença e epizootias (o equivalente, na veterinária, a epidemias) nas aves domésticas", explicou, sublinhando que em Portugal "nem sequer existe esse surto nas aves domésticas".

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária confirmou na terça-feira a deteção no Algarve de uma garça-real infetada com o vírus da gripe aviária, o que levou ao aumento do nível de alerta para a doença e ao reforço das medidas de proteção e vigilância na região.

Foi igualmente proibido o comércio de aves em mercados rurais, largadas de pombos, de espécies cinegéticas criadas em cativeiro e caça com negaças vivas.

Segundo o comunicado emitido pela Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), as freguesias de Almancil, em Loulé, e de Montenegro, em Faro, são consideradas zonas de restrição, sendo ali proibidas as movimentações de aves por um período de 21 dias, sem a autorização daquele organismo.

Nestas freguesias aplica-se ainda "a vigilância clínica a todas as explorações comerciais, de detenção caseira e de aves em cativeiro com eventual colheita de amostras".

Nas zonas de maior risco para a gripe aviária são ainda proibidas "as concentrações de aves de capoeira e de outras aves em mercados, espetáculos, exposições e eventos culturais nos quais se utilizem aves, incluindo soltas de pombos".

Nas explorações avícolas localizadas nestas zonas é proibida a manutenção de aves de capoeira ao ar livre.

Lusa

  • Detetado caso isolado de gripe aviária do Algarve

    País

    Foi detetado esta terça-feira um caso isolado de gripe aviária do Algarve. O caso foi detetado numa garça-real. Através de um comunicado, a Direção-geral de Alimentação e Veterinária adiantou que aumentou o nível de alerta para a doença, tendo já sido reforçadas as medidas de proteção e vigilância.

  • Marinha e Exército dão luz verde ao Aeroporto do Montijo

    País

    De acordo com a edição deste domingo do Diário de Notícias, o Exército e a Marinha já comunicaram à Força Aérea disponibilidade para desocupar parcialmente a base aérea e o Montijo se transformar num num aeroporto complementar ao de Lisboa.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.