sicnot

Perfil

País

"A primeira reação era que poderia ter ocorrido alguma explosão perto"

"A primeira reação era que poderia ter ocorrido alguma explosão perto"

Um sismo de magnitude 3,7 na escala de Richter foi registado ontem à noite na zona de Leiria e Fátima. O epicentro localizou-se em Porto de Mós. O abalo foi sentido às 23h22. Duas horas mais tarde houve uma réplica de magnitude 2,6. Não há informação que o sismo tenha causado estragos, apenas que várias pessoas sentiram o abalo. O jornalista José Milhazes estava em Aljubarrota e sentiu o sismo com intensidade, como descreveu esta manhã à SIC Notícias, via Skype.

  • Sismo de 3,7 seguido de réplica registados em Porto de Mós
    0:46

    País

    Um sismo de magnitude 2,6 foi hoje registado em Porto de Mós, trata-se de uma réplica sentida do abalo ocorrido na quarta-feira, pelas 23:22. A réplica registou-se à 1:36, com o epicentro perto de Porto de Mós. O sismo de ontem teve a magnitude de 3,7 na escala de Richter, com epicentro em Porto de Mós. Após o primeiro abalo, os bombeiros receberam centenas de chamadas. À SIC Notícias, o comandante Elísio Pereira diz que não há relatos de danos materiais ou feridos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.