sicnot

Perfil

País

Sismo em Porto de Mós não provocou danos pessoais ou materiais

O sismo de magnitude 3,7 na escala de Richter registado esta quarta-feira em Porto de Mós, distrito de Leiria, não causou danos pessoais ou materiais, informou o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

"Este sismo, de acordo com a informação disponível até ao momento, não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) na região da Batalha (distrito de Leiria)", refere o IPMA, em comunicado.

O sismo foi registado às 23:22 nas estações da Rede Sísmica do Continente e o epicentro localizou-se próximo de Porto de Mós.

A Proteção Civil do distrito de Leiria foi contactada por muitos residentes daquele distrito a pedir informações sobre o que teria acontecido, disse à agência Lusa uma fonte daquele serviço.

"Os telefones não têm parado", disse à Lusa fonte da Proteção Civil local, salientando que a maioria dos telefonemas veio de locais como Alcobaça, São Martinho do Porto, Caldas da Rainha, Batalha, Porto de Mós e Leiria, sobretudo do sul de Leiria.

A PSP local também recebeu várias chamadas a pedir informações.

Lusa

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.