sicnot

Perfil

País

Autoridades vigiam praia da Foz do Arelho por suspeita de casal desaparecido

A Autoridade Marítima está esta sexta-feira a fazer uma "vigilância apertada" na Foz do Arelho, Caldas da Rainha, após o alerta do possível desaparecimento de um casal naquela praia, com ondas fortes, disse o Capitão do Porto de Peniche.

Marco Augusto relatou à agência Lusa que, desde as 19:00, a Polícia Marítima está a efetuar passagens0 pela praia no sentido de encontrar algum indício que possa levar as autoridades a confirmarem ou não o desaparecimento do casal, como foi relatado por populares, num dia de mau tempo, com mar muito alteroso.

"Um casal na casa dos 20 anos, que trajava com vestuário de cores escuras, foi avistado junto ao mar entre as 18:00 e as 18:30 e, de repente, deixou de ser visto", o que levou os populares a alertar as autoridades, explicou o comandante da Capitania de Peniche.

O mesm responsável adiantou que, segundo os relatos dos populares, o casal chegou a ser visto com a roupa molhada, depois de ter sido surpreendido pelo mar.

A vigilância está a ser assegurada pelas patrulhas da Polícia Marítima e no local estiveram também mergulhadores, uma mota de água e homens dos bombeiros das Caldas da Rainha, além de elementos da GNR.

A zona da Foz do Arelho, como outras do país, encontra-se sob agitação marítima forte, motivo pelo qual a região esteve durante o dia sob 'Aviso Laranja'.

Lusa

  • Parabéns! Portugal faz hoje 839 anos

    País

    É dia de cantar os parabéns. Portugal celebra esta quarta-feira 839 anos, depois de a 23 de maio de 1179 o Papa Alexandre III ter emitido a bula "Manifestis Probatum" onde reconhece o território como reino independente.

    SIC

  • Cachalote-pigmeu morreu pouco tempo depois de dar à costa em Lisboa
    1:13
  • Presidente da República apoia reforma "quanto antes" do Tribunal de Contas
    1:13

    País

    O Presidente da República defendeu esta manhã uma reforma do Tribunal de Contas para que se adeque a lei que prevê o controlo das entidades públicas. Para Marcelo Rebelo de Sousa, se a lei der melhores meios de controlo e for de mais rápida aplicação, vai dissuadir casos de má gestão de dinheiros públicos que acabam por resultar em crimes.

  • PSD compara SNS a um "cenário de guerra", Centeno desdramatiza
    2:44

    Economia

    O ministro das Finanças esteve esta amanhã no Parlamento e voltou a não comprometer-se com aumentos salariais na função pública no próximo ano. Deu mesmo a entender que a medida não é prioritária. A discussão passou também pelo Serviço Nacional de Saúde. Centeno desdramatizou as carências mas o PSD comparou o que s passa a um cenário de guerra.