sicnot

Perfil

País

Bares e habitações junto ao mar em Lavadores, Gaia, parcialmente destruídos

De acordo com o IPMA, os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Lisboa, Setúbal, Beja e Faro estão hoje sob aviso amarelo devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas de sudoeste com 4 a 4,5 metros entre as 15:00 e as 23:59. (Arquivo)

© Miguel Vidal / Reuters

Vários bares e habitações juntos à beira mar entre Lavadores e Salgueiros, em Vila Nova de Gaia, foram parcialmente destruídos pela força das ondas e do vento durante a madrugada desta sexta-feira, disse fonte dos Bombeiros de Gaia.

O mau tempo provocou também "inúmeras quedas de árvores", uma das quais de grande porte "destruiu completamente" uma viatura e danificou outra, na Rua de Pina, em Mafamude, adiantou a fonte.

Em Canelas, a queda de uma estrutura de andaimes cortou a estrada e danificou uma habitação.

A fonte acrescentou que os casos mais graves aconteceram a partir das 04:20, estando a situação hoje de manhã "bastante mais calma".
Na zona de Matosinhos/Leça da Palmeira, no distrito do Porto, os bombeiros registaram também várias saídas devido a quedas de estruturas, nomeadamente de marquises que se "desfizeram".

A Lusa contactou o Centro Distrital de Operações de Socorro do Porto que disse também ter o registo de muitas quedas de árvores, mas escusou-se a fazer um balanço das situações mais graves ao nível do distrito, remetendo essa informação para Proteção Civil Nacional, em Lisboa.

Lusa

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.