sicnot

Perfil

País

Grupo arrastado pelo mar estaria a praticar ritual em honra da "Rainha do Mar"

Grupo arrastado pelo mar estaria a praticar ritual em honra da "Rainha do Mar"

Quatro pessoas foram apanhadas por uma onda em Ílhavo na noite de quinta-feira. Três conseguiram sair do mar pelo próprio pé mas uma mulher ainda está desaparecida. Acredita-se que o grupo de 10 pessoas estaria a praticar um culto afro-brasileiro em honra da "Rainha do Mar" Iemanjá, na altura em que foram arrastados. A polícia marítima está no local e as buscas foram retomadas esta manhã por um helicóptero.

  • Helicóptero nas buscas pela mulher levada pelo mar em Ílhavo
    2:03

    País

    Uma mulher continua desaparecida depois de ter sido arrastada para o mar, em Ílhavo, Aveiro. Fazia parte de um grupo de 10 pessoas que estariam na praia da Costa Nova, numa altura em que as ondas chegavam aos 6 metros. As autoridades ainda não têm uma explicação para o que poderá ter acontecido. Um helicóptero da Força Aérea vai integrar as buscas esta manhã.

  • Helicóptero reforça buscas por mulher arrastada pelo mar em Ílhavo
    3:56

    País

    Os meios de busca e salvamento para encontrar uma mulher arrastada esta quinta-feira pelo mar na praia da Costa Nova, em Ílhavo, foram reforçados às 22:30 com um helicóptero da Força Aérea, segundo a Capitania do Porto de Aveiro .Quatro pessoas foram apanhadas por uma onda. Três estão a salvo mas uma continua desaparecida. O comandante adjunto de operações da Proteção Civil, Marco Martins acrescentou, em direto na SIC Notícias, que estas pessoas estavam junto à costa, a ver a agitação do mar.

  • Quatro pessoas arrastadas pelas ondas em Ílhavo

    País

    Quatro pessoas que passeavam na praia da Costa Nova, em Ílhavo, foram apanhadas por uma onda. Três foram resgatadas mas uma está desaparecida. As autoridades apelaram ao longo do dia para que a população evite as zonas junto ao mar dado o período de agitação marítima.

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),

  • "A maioria das pessoas que criticou André Ventura nunca viveu esses problemas"
    3:43

    Opinião

    A polémica em torno das declarações do candidato do PSD à Câmara de Loures, André Ventura, sobre o modo de vida da etnia cigana no concelho, esteve em análise no Jornal da Noite desta segunda-feira. Miguel Sousa Tavares defende que "os problemas existem mas não podem ser generalizados". O comentador SIC considera, ainda assim, que André Ventura tem razão quando diz que "a maioria das pessoas que o criticou nunca viveu esses problemas".

    Miguel Sousa Tavares