sicnot

Perfil

País

Marcelo, o Presidente que "puxa para cima"

"Precisamos de ser um Portugal mais justo", assume Marcelo

O Presidente da República almoçou esta sexta-feira na casa de um homem que foi sem-abrigo durante 27 anos e que ajudou a sair das ruas. Um exemplo de coragem, diz Marcelo Rebelo de Sousa, aproveitando para explicar porque prefere puxar pelos pontos positivos.

O Presidente da República considerou hoje ser missão do Governo valorizar pelos aspetos positivos e da oposição destacar os negativos, justificando a sua opção realista de evidenciar os positivos porque Portugal estar melhor do que há um ano.

À entrada para um almoço em casa de um casal de antigos sem-abrigo, em Lisboa, Marcelo Rebelo de Sousa tinha destacado as "boas notícias" relativas à evolução favorável do défice e à manutenção do rating de Portugal pela agência de notação financeira Fitch, tendo sido questionado pelos jornalistas se isso significava não haver razões para o pessimismo que o PSD tem manifestado.

"Nada na vida é tudo bom ou tudo mau. Há aspetos positivos e aspetos negativos. O Governo puxa pelos aspetos positivos, a oposição puxa pelos aspetos negativos. Cumprem a sua missão", considerou.

O Presidente da República assegura que "está atento a uns e outros, sabe quais são uns e outros", mas depois daquilo pelo qual o país passou nos últimos tempos, "puxa mais pelos positivos do que pelos negativos" porque Portugal, nesses pontos positivos, está melhor do que estava há um ano."Não é ser otimista. É ser realista, mas puxar para cima", sintetizou.

Com Lusa

  • Carro que atropelou adepto encontrado numa garagem na Amadora
    1:51

    Desporto

    O carro que atropelou o adepto da Fiorentina, junto ao Estádio da Luz, está nas mãos da Polícia Judiciária. O automóvel foi encontrado esta terça-feira por uma brigada da PSP na garagem de um casa da Amadora, que pertence a um elemento da claque dos No Name Boys.

  • Portugal subiu cinco lugares no Ranking da Liberdade de Imprensa
    1:42

    País

    Portugal está agora na 18 ª posição em 180 países no relatório deste ano dos Repórteres Sem Fronteiras. Esta associação revela que a imprensa portuguesa foi condenada 21 vezes por violação de liberdade de expressão e por difamação pelo Tribunal Europeu dos Direitos do Homem.

  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC