sicnot

Perfil

País

Cavaco lança livro "Quinta-feira e outros dias" para prestar "contas aos portugueses"

"Quinta-feira e outros dias" é o livro que o ex-Presidente da República Aníbal Cavaco Silva vai lançar este mês, uma obra para "completar a prestação de contas aos portugueses" e revelar factos "desconhecidos dos cidadãos".

Segundo avançou esta tarde a Rádio Renascença, o lançamento do livro está marcado para dia 16 de fevereiro, precisamente uma quinta-feira, no Centro Cultural de Belém, pelas 18:30.

No site da Fnac, já está disponível uma apresentação do livro, feita na primeira pessoa, pelo próprio antigo chefe de Estado, que tradicionalmente se reunia às quintas-feiras com o primeiro-ministro.

"Tendo mantido até agora reservada parte importante da minha ação como Presidente da República, convicto de que essa era a melhor forma de defender o superior interesse nacional -- e nunca tendo ocorrido fugas de informação para a comunicação social sobre o que se passou nos meus encontros com o primeiro-ministro e outros membros do Governo --, entendo que é altura de completar a prestação de contas aos Portugueses dando público testemunho de componentes relevantes da minha magistratura que são, em larga medida, desconhecidos dos cidadãos", pode ler-se no 'site' da Fnac, embora o livro ainda não esteja disponível para compra.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.