sicnot

Perfil

País

Demora no IPO foi caso isolado, instalações foram melhoradas e há mais enfermeiros

O Instituto Português de Oncologia de Lisboa garantiu esta segunda-feira que foi realizada uma intervenção estrutural de melhoria das instalações do hospital de dia pediátrico e reforçada a equipa de enfermagem desde a situação que motivou uma recomendação do regulador.

O esclarecimento do IPO de Lisboa surge a propósito de uma deliberação da Entidade Reguladora da Saúde (ERS), a qual "nasceu de uma queixa de uma mãe que em fevereiro de 2016 protestou contra a demora no atendimento do filho num tratamento de quimioterapia" naquela instituição, segundo a TSF.

"A mãe diz que o filho de sete anos fez análises às 10:00, teve consulta às 15:30 e só às 20:30 foi possível dar-lhe uma «simples injeção» que não foi administrada antes por falta de recursos humanos pois só estavam duas enfermeiras disponíveis", escreve a TSF.

Segundo o IPO de Lisboa, esta situação foi "um caso isolado, ocorrido há um ano". Desde então, prossegue a instituição, foi realizada "uma intervenção estrutural de melhoria das instalações do hospital de dia pediátrico, bem como reforçada a sua equipa de enfermagem".

O IPO de Lisboa reafirma "a sua prática de respeito pelos doentes que assiste, procurando corrigir as falhas que deteta com a maior rapidez possível". A instituição adianta que "continuam a decorrer várias intervenções, no sentido de melhorar a capacidade de intervenção" desta unidade de saúde "na sua globalidade e da pediatria, mais especificamente".

Lusa

  • Obrigada a vir dos EUA, de 3 em 3 semanas, para ver o filho
    2:00

    País

    O episódio de hoje de Vidas Suspensas envolve uma médica dentista norte-americana e um empresário português. Um exemplo do que acontece a muitos portugueses que casam com estrangeiros: quando se divorciam, coloca-se a questão de saber para que país vão os filhos.

    Hoje na SIC

  • "Não era o jogo ideal para estreia do videoárbitro"
    4:50
  • Tubarão com 2,7 metros salta para dentro de barco e ataca pescador

    Mundo

    Um australiano foi atacado por um tubarão branco quando estava a pescar na sua embarcação, em Evan Heads, Nova Gales do Sul, na costa Este da Austrália. O animal, com cerca de 200 quilos e 2,7 metros de comprimento, saltou para dentro do barco, derrubou o pescador e mordeu-lhe no braço.

    SIC

  • Uma em cada dez crianças já foi vítima de cyberbullying
    10:41
  • "Sou Presidente de uma pátria com os melhores bombeiros do mundo"
    1:20

    País

    O Presidente da Liga dos Bombeiros, Jaime Marta Soares, avisou este domingo o Governo de que os bombeiros admitem usar o machado da paz para fazer a guerra. Marcelo Rebelo de Sousa destacou o orgulho que sente em ser "Presidente de uma pátria que tem os melhores bombeiros do mundo".