sicnot

Perfil

País

Aproveitar lixo orgânico para fertilizantes permitiria poupança de 100 M€ por ano

(Arquivo)

LUSA

Os bioresíduos, correspondentes a 40% do lixo total, podiam ser utilizados na produção de energia e de fertilizantes, mas isso só acontece a menos de um terço, desperdiçando-se 100 milhões de euros por ano, segundo a associação ambientalista Zero.

Cerca de 40% dos resíduos que os portugueses depositam nos contentores de lixo indiferenciado corresponde a bioresíduos, principalmente restos de alimentos, que podem ser valorizados para produção de energia, ou biogás, e de composto útil para a agricultura.

"Assim não acontece a mais de 70% da fração orgânica dos resíduos sólidos urbanos", de acordo com dados analisados pela Associação Sistema Terrestre Sustentável - Zero, depois de disponibilizados pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR).

Feitas as contas, a Zero estima que "sejam desperdiçados 100 milhões de euros por ano em matérias fertilizantes orgânicas" que poderiam ser utilizadas a baixo custo pelos agricultores, numa área em que Portugal compra mais ao estrangeiro do que aquilo que vende.

A associação ambientalista concluiu que dos 1,86 milhões de toneladas de bioresíduos presentes nos resíduos sólidos urbanos nacionais, por ano, mais de 1,3 milhões de toneladas continuam a ser encaminhados para aterros e para incineração, enquanto apenas 500 toneladas são valorizadas.

E terão sido produzidas 60 a 70 mil toneladas de composto, por ano, "números que carecem de fiabilidade porque nem toda a informação solicitada aos sistemas de gestão de resíduos urbanos (SGRU) foi disponibilizada ou foi considerada válida", acrescenta a Zero.

Segundo a associação "é desperdiçado um enorme potencial de produção de energia renovável, que poderia ser injetada na rede elétrica nacional para consumo dos portugueses e são inutilizados milhares de toneladas de nutrientes - e também matéria orgânica - que poderiam ser devolvidas aos solos".

As plantas que fazem parte da alimentação humana e animal retiram do solo nutrientes que é necessário voltar a colocar na terra, de modo a manter o seu equilíbrio e fertilidade, o que pode ser feito devolvendo os bioresíduos tratados e transformados em composto.

Entre as medidas propostas pela Zero para resolver a situação está a aposta na prevenção, sensibilizando os consumidores para um consumo responsável que previna desperdício de recursos, nomeadamente os alimentares, e a fixação de metas progressivas junto dos SGRU para a recolha seletiva porta-a-porta de orgânicos.

Criar um regime de exceção para possibilitar aos municípios promoverem a reciclagem de orgânicos com recurso a pequenas centrais de compostagem, fomentando a aplicação de composto em hortas comunitárias e em bancos de terras agrícolas municipais, e incentivar a compostagem doméstica, principalmente junto dos 45% de cidadãos que vivem em moradias, são outras possibilidades, a que acresce o incentivo ao consumo de produtos locais.

Lusa

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Cada vez mais pessoas viajam no Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Mundo tornou-se "mais sombrio e mais instável" em 2016

    Mundo

    O mundo tornou-se em 2016 "um local mais sombrio e mais instável", devido ao agravamento de conflitos como a Síria e dos "discursos do ódio" na Europa e Estados Unidos, considerou hoje a Amnistia Internacional no seu relatório anual.

  • Semáforos no chão para os mais distraídos

    Mundo

    Na cidade holandesa de Bodegraven, está a ser testado um sistema de semáforos para quem usa o telemóvel na rua. Estes semáforos têm a forma de faixas, que são colocadas no chão, e a luz muda de cor consoante o trânsito, tal como os semáforos já existentes.

    André de Jesus

  • Carro "desgovernado" entra em loja e atropela cliente

    Mundo

    O cliente de um mini-mercado no condado de Bronx, em Nova Iorque, sobreviveu de forma incrível ao impacto de um automóvel que entrou loja adentro. Apesar da violência das imagens, o homem sobreviveu e conseguiu mesmo sair da loja pelo próprio pé até ser transportado para o hospital.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.

  • Pulseira deixa sentir os movimentos do bebé ainda na barriga da mãe

    Mundo

    A pulseira Fibo permite que os futuros pais (ou mães) consigam sentir os seus filhos a dar pontapés ainda na barriga da mãe. Desenvolvida por um designer de joias da Dinamarca, a pulseira vai transmitir os movimentos do bebé no útero, de modo a que os pais possam partilhar essa experiência da gravidez.

  • Cães desfilam no Rio de Janeiro
    1:00

    Mundo

    O tradicional cortejo de Carnaval brasileiro só acontece daqui a uns dias, mas no Rio de Janeiro já há inúmeros desfiles pelas ruas. Na praia de Copacabana, os animais mascararam-se de humanos.