sicnot

Perfil

País

Queda de neve obriga ao corte de algumas estradas

MANUEL TELES/Lusa

A queda de neve obrigou esta sexta-feira ao corte e ao condicionamento de algumas estradas nos distritos de Castelo Branco, Guarda e Coimbra, entre elas a A 23, informou a GNR.

"A partir do final da tarde, começaram a fazer-se cortes parciais ou totais" de algumas estradas municipais e nacionais, disse a mesma fonte.
Segundo a GNR, em Seia, a Estrada Nacional 231 está parcialmente cortada devido à neve desde as 19:30, bem como a 339.

A A23 também está parcialmente cortada entre o quilómetro 154 e 155 desde as 21:30, disse.

A estrada municipal 545, na zona da Pampilhosa da Serra, está cortada devido à neve, referiu, salientando que o acesso à Serra da Estrela também está cortado.

A GNR sublinhou que todas as estradas cortadas têm alternativas.

Todos os distritos do norte do país, à exceção de Aveiro, estão hoje com 'Aviso Amarelo' (o terceiro de uma escala de quatro) por causa de neve e a costa portuguesa por causa da agitação marítima, segundo as previsões meteorológicas.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o 'Aviso Amarelo' por causa da queda de neve vai prolongar-se nalguns casos até ao final do dia de hoje (Bragança, Viana do Castelo, Braga, Porto e Coimbra) e noutros estende-se até às 09:00 de sábado (Vila Real, Viseu, Guarda e Castelo Branco), com previsão de queda de neve a partir dos 800/1.000 metros de altitude.

Lusa

  • As zonas de guerra que o fogo deixou
    3:13

    País

    A chuva finalmente ajudou na luta contra as chamas e o que fica agora é um cenário de devastação no norte e centro do país. Morreram 37 pessoas, arderam centenas de casas e empresas e há críticas severas à falta de meios.

  • Visto do céu, Portugal é um país que se vestiu de negro
    3:28
  • Portugueses usam Facebook para marcar protestos contra incêndios

    País

    Os incêndios que têm acontecido este ano estão a causar revolta entre a população. Por essa razão, estão marcadas, através da rede social Facebook, várias manifestações para os próximos dias um pouco por todo o país. Os portugueses exigem a melhoria do sistema, para que as tragédias deste ano não se voltem a repetir.

  • "Estou a ficar sem água, vai ser um trabalho inglório"
    1:06
  • "Quem está no Governo tem sérias responsabilidades"
    1:07

    Opinião

    Pacheco Pereira aponta falhas do Estado, dos bombeiros e da Proteção Civil como causa dos incêndios que assolaram o país no passado domingo. O comentador da SIC considera que o Governo tem responsabilidade perante o que aconteceu.

  • Presidente das Indústrias de Madeira diz que fogos estão a afetar o setor
    0:39

    País

    A Associação das Indústrias de Madeira e Mobiliário desvaloriza que os industriais do setor possam comprar madeira mais barata, em resultado dos incêndios florestais. Em entrevista na SIC Notícias, o presidente da associação, Vítor Poças, considera que os fogos estão a prejudicar gravemente a indústria.