sicnot

Perfil

País

Mulher que enterrou marido obrigada a apresentações periódicas

Uma mulher de 46 anos que enterrou o corpo do marido na quinta onde viviam foi este sábado ouvida em tribunal. A escocesa saiu em liberdade sob a condição de apresentações periódicas.

Até dia 27 de fevereiro vai ter de se apresentar à GNR todas as segundas-feiras.

A Polícia Judiciária deteve a viúva indiciada pelo crime de ocultação de cadáver embora a responsabilidade da mulher na morte do marido esteja ainda por apurar

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),