sicnot

Perfil

País

Neve na Serra de Montemuro provocou ontem vários acidentes

Neve na Serra de Montemuro provocou ontem vários acidentes

A neve na serra do Montemuro provocou ontem vários acidentes. A nacional 321 entre Cinfães e Castro esteve mesmo cortada. Esta manhã voltou tudo à normalidade.

  • Pormenores do acidente da A2
    1:17

    País

    O comandante Joaquim Duarte, dos bombeiros de Grândola, contou os pormenores do acidente na A2, entre o quilómetro 127 e 129. A colisão, que envolveu 12 veículos em ambos os sentidos, fez um morto e um ferido grave.

  • Trânsito retoma a normalidade na A2 após choque em cadeia
    3:26

    País

    A situação na A2, perto de Aljustrel, já retomou a normalidade, após um choque em cadeia do qual resultou um morto, um ferido grave e dois ligeiros. As autoridades vão proceder à investigação mas, ao que tudo indica, o gelo poderá ter provocado o acidente. As viaturas já foram retiradas do local.

  • Vídeo amador do choque em cadeia na A2
    0:52

    País

    Um acidente esta sexta-feira na A2, perto de Aljustrel, fez pelo menos um morto e três feridos. Um vídeo amador de Alexandre Carvalho mostra alguns dos carros parados na beira da estrada.

  • Confirmados dois novos casos de legionella

    Legionella

    Dois novos casos de legionella foram esta quarta-feira confirmados. A informação foi avançada em comunicado pela Direção-Geral da Saúde. Tratam-se de duas pessoas com mais de 80 anos, internadas no Hospital São Francisco Xavier e no Egas Moniz, ambas em situação clínica estável.

  • Quem é o novo Presidente do Zimbabué?
    2:15

    Mundo

    Emmerson Mnangagwa é o sucessor de Robert Mugabe que regressou esta quarta-feira da África do Sul, onde estava refugiado. No primeiro discurso, o Presidente do Zimbabué falou de uma nova democracia no país. Mnangagwa, conhecido como crocodilo, é suspeito de atrocidades na guerra civil pós-independência. 

  • Diminuem as hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino
    3:09

    Mundo

    As hipóteses de salvar os tripulantes a bordo do submarino argentino, desaparecido há 8 dias, começaram a diminuir, uma vez que o chamado "tempo de segurança" já foi ultrapassado. A Marinha portuguesa está a acompanhar o caso do submarino que está desaparecido há oito dias. As hipóteses de salvar os tripulantes vão diminuindo.

  • Comprar um carro em segunda mão sem ser enganado 
    8:44
  • O que aprendemos com secas anteriores?
    32:50