sicnot

Perfil

País

Videojogo ajuda a prevenir violência no namoro com parceiros virtuais

O "Dia dos Namorados", 14 de fevereiro, vai ser assinalado com o lançamento de um videojogo de "parceiros virtuais", para prevenir a violência no namoro, numa iniciativa do Movimento Democrático de Mulheres, em parceria com a Universidade de Aveiro.

O videojogo UNLOVE será disponibilizado em formato web e app para telemóvel, em que o jogador/a, com recurso ao seu avatar, pode viver virtualmente uma relação de namoro, onde lhe são colocadas situações sobre as quais terá de tomar decisões comportamentais, para prosseguir.

As decisões conduzem a diferentes caminhos de relação e ocorrem em diferentes espaços (a casa, o café, a escola, a praia) e o jogo está desenvolvido para que o jogador vá tendo consciência dos sentimentos que essas decisões produzem na sua personagem e na personagem do seu/a parceiro/a virtual.

Uma outra ferramenta que será lançada em simultâneo é o guião UNPOP, um 'kit' pedagógico para "utilizar, em contexto educativo, videoclipes dos 'rankings' nacionais e internacionais, que os jovens consomem quotidianamente em elevadas quantidades, e onde estão presentes estereótipos de género (em relação à orientação sexual, à idade, ao sexo, à etnia, à classe), a banalização da erotização e sexualidade, preconceitos e mitos sobre modelos de relação, que podem estar associados ou possam ser geradores de discriminações e de violências de género".

Consiste na visualização acompanhada dos videoclipes, descodificando mensagens e valores contidos nas letras, músicas e imagens, recorrendo a dinâmicas de animação de grupo, numa perspetiva geradora de diálogo e estímulo ao espírito crítico.

Destinado a professores e dinamizadores de grupos de jovens, o guião aponta caminhos alternativos para a construção de uma cultura de igualdade e de prevenção da violência, sugerindo conteúdos, recursos, estratégias e atividades.

O videojogo e o guião fazem parte do projeto UNLOVE/UNPOP, que o MDM vai desenvolver no distrito de Aveiro, para "promover a igualdade entre rapazes e raparigas e prevenir a violência no namoro", através de instrumentos inovadores, ao nível das tecnologias digitais, e de ações de sensibilização e formação.

Ao longo dos 18 meses, em que se vai desenvolver o projeto, vão realizar-se atividades, em todas as escolas secundárias do distrito, na universidade e noutros espaços, procurando abranger um universo de cerca de oito mil jovens.

Lusa

  • Ambiente e direitos humanos dominam discurso de Costa na ONU
    2:03

    Mundo

    António Costa defendeu uma diplomacia pela paz. O primeiro-ministro português saiu em defesa da língua portuguesa e da presença do Brasil e da Índia no Conselho de Segurança das Nações Unidas. No discurso na Assembleia Geral da ONU, Costa salientou também o compromisso do país em relação ao multilateralismo e às questões ambientais.

  • Em Fátima só há escolas públicas no pré-escolar e 1.º ciclo
    2:48
  • "Só tive tempo de avisar o meu sogro e o meu marido e disse: corram!"
    2:17
  • Furacão Maria volta a ganhar força

    Mundo

    Apesar de ter perdido intensidade, após a passagem por Porto Rico, onde deixou um rasto de destruição, Maria voltou a ganhar força, é agora um furacão de categoria 3. Está a afetar a zona norte de Punta Cana, na República Dominicana com ventos que atingem os 90 km/há e move-se para o noroeste.

  • Drone inglês evita execução do Daesh na Síria
    2:08

    Mundo

    A Força Aérea britânica divulgou esta terça-feira um vídeo que mostra um drone a parar uma execução pública que estaria prestes a acontecer às mãos do Daesh, na Síria. As imagens, apesar de cortadas pelo Ministério da Defesa do Reino Unido, mostram várias pessoas na rua, uma explosão e, depois, a fuga.

  • Como fazer negócios no mercado dos leilões
    7:15
  • "Não toleramos ameaças de ninguém"
    2:13
  • Número de tartarugas marinhas está a aumentar

    Mundo

    O número de tartarugas marinhas está a crescer, levando investigadores a considerar que os esforços para salvar estes animais são uma "história de sucesso da conservação global", indica um estudo divulgado esta quarta-feira.

  • Tubarões vivem mais tempo do que se pensava

    Mundo

    Uma revisão de dados sobre avaliação da idade dos tubarões revela que muitas espécies têm maior longevidade do que se pensava, o que poderá obrigar a uma revisão dos planos de conservação das mais ameaçadas.

  • Como mudar um templo com 135 anos e 2 mil toneladas... de lugar

    Mundo

    Um templo budista do século XIX é um dos mais populares em Xangai, na China. Visitado diariamente por milhares de pessoas, precisava de ser relocalizado para evitar que uma tragédia acontecesse. E mesmo pesando cerca de duas mil toneladas, a missão acabou por se provar possível.