sicnot

Perfil

País

Incêndio em fábrica de Setúbal controlado, cinco bombeiros feridos

Incêndio em fábrica de Setúbal controlado, cinco bombeiros feridos

Pelo menos cinco bombeiros ficaram feridos no combate às chamas numa fábrica de Setúbal. O fogo, em dois armazéns de enxofre, foi entretanto controlado. A  nuvem de fumo, que obrigou às populações mais próximas a ficarem em casa, começou a dissipar-se.

O incêndio que deflagrou esta magrugada, em dois armazéns da Sapec Agro, em Mitrena, Setúbal, foi controlado, mas as operações de rescaldo deverão prolongar-se por vários dias, disse o coordenador da Proteção Civil Municipal de Setúbal.

José Luís Bucho acrescentou que "ainda não foi possível entrar dentro de um dos armazéns, que tem uma estrutura em ferro que ameaça ruir e que só depois de haver condições de segurança é que se podem iniciar aí as operações de rescaldo".

"Durante o combate ao incendio, cinco bombeiros sofreram queimaduras ligeiras, mas nenhum caso inspira cuidados", adiantou.

Quanto à nuvem de fumo provocada pelo incêndio, que obrigou as populações das freguesias de Praias do Sado e Faralhão e, mais tarde, da freguesia de Gambia, Pontes e Alto da Guerra a ficarem em casa, começou a dissipar-se de forma significativa.

José Luis Bucho disse à agência Lusa que a situação deverá ficar controlada dentro de poucas horas.

O incêndio em dois armazéns de enxofre da Sapec, um produto abrasivo e tóxico, teve início às 3:00.

Com Lusa

  • Bombeiros ficaram de prevenção após intoxicação em Corroios
    1:16

    País

    17 alunos da escola EB 2+3 em Corroios, no Seixal, foram hospitalizados esta segunda-feira com sintomas de intoxicação alimentar. Os alunos, entre os 7 e os 14 anos, foram transportados 12 para o hospital Garcia de Orta, em Almada e cinco para o hospital do Barreiro. O transporte foi feito pelos bombeiros voluntários da Amora e do Seixal mantiveram uma equipa de socorro no local apenas por prevenção.

  • "Nada mais há a dizer" sobre a Caixa
    0:13

    Caso CGD

    O primeiro-ministro voltou esta segunda-feira a dizer que já não há nada para discutir, na polémica sobre a entrega de declarações de património dos gestores da CGD. Foram as declarações de António Costa, na Cidade da Praia, à margem da quarta cimeira bilateral entre Portugal e Cabo Verde.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46