sicnot

Perfil

País

Incêndio obriga moradores de duas localidades de Setúbal a ficarem em casa

SIC

A Proteção Civil Municipal apelou esta terça-feira à população das localidades de Praias-do-Sado e Faralhão para não saírem de casa e para calafetar portas e janelas até que desapareça a nuvem de fumo provocada pelo incêndio em dois armazéns de enxofre na zona industrial da Sapec, em Setúbal.

"Estamos a apelar às pessoas para não saírem de casa até por volta do 12:00 devido à nuvem de fumo. As creches e as escolas daquela zona, incluindo o instituto Politécnico de Setúbal não vão abrir portas hoje por precaução. Já avisamos todos estes estabelecimentos de ensino", disse à agência lusa o coordenador da proteção civil municipal José Luís Bucho, que aconselhou ainda a população a calafetar portas e janelas "com toalhas molhadas".

Segundo a mesma fonte, o incêndio, que deflagrou às 03:00, em dois armazéns com enxofre, um produto tóxico, nas instalações da fábrica Sapec, em Mitrena, no concelho de Setúbal, mantinha-se ativo às 08:00.

"As pessoas que sentirem alguma irritação nos olhos ou na garganta que possa ter sido provocada pela nuvem de fumo devem contatar o 112 que já está a par da situação"

Também Paulo Lamego, comandante dos bombeiros sapadores de Setúbal, adiantou à Lusa que a principal preocupação dos bombeiros é que "o incêndio se mantenha circunscrito aos dois armazéns que ainda estão a arder e não passe para a fábrica propriamente dita".

Dois bombeiros, um voluntário e um Sapador, sofreram queimaduras ligeiras durante o combate ao incêndio, tendo sido transportados para uma unidade hospitalar, de acordo com o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal.

Segundo a mesma fonte a prioridade é a "proteção da própria fábrica" que se encontra num "espaço confinado" sem que exista perigo de propagar-se a outros edifícios.

No local mantinham-se 45 elementos de várias corporações de bombeiros, apoiados por 17 veículos, além de 30 elementos e 10 máquinas da fábrica que produz adubos agroquímicos.

Participam nestas operações elementos dos bombeiros dos Sapadores de Setúbal, dos voluntários de Setúbal com a ajuda de meios dos bombeiros de Águas de Moura, Pinhal Novo, Palmela, Barreiro e Setúbal.

Lusa

  • DIRETO: Célula terrorista preparava grande atentado na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das vítimas mortais do atentado em Barcelona era de Lisboa e há uma outra portuguesa, a sua neta, desaparecida. A polícia procura quatro jovens e há outras quatro detenções confirmadas. Os autores dos ataques na Catalunha, que mataram 14 pessoas e feriram 140, pertenciam ao mesmo grupo. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • Vídeo mostra passagem da carrinha a alta velocidade nas Ramblas
    0:33
  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35

    Ataque em Barcelona

    Em Cambrils, também na Catalunha, foram mortos cinco alegados terroristas que atropelaram várias pessoas, uma morreu e seis ficaram feridas, quando escapavam a uma perseguição policial, esta madrugada. As autoridades investigam uma eventual relação entre os dois atentados. Nota: chamamos à atenção para a violência das imagens, que podem chocar os espetadores mais sensíveis.

  • Nível de ameaça terrorista em Portugal continua moderado
    1:31

    Ataque em Barcelona

    O primeiro-ministro garantiu hoje que, para já, o nível de ameaça terrorista em Portugal não vai ser alterado (o nível está no 4 em 5). Já o Presidente da República disse que não há tolerância possível e garante que há medidas preparadas caso o mesmo cenário venha a acontecer em Portugal.

  • Vento e calor provocam reacendimentos em Mação
    1:55

    País

    As temperaturas altas e o vento forte estão a provocar reacendimentos em Mação. No terreno mantêm-se cerca de 800 bombeiros, numa altura que que há receio que as chamas voltem a ficar ativas, como explica o repórter Rui Carlos Teixeira.