sicnot

Perfil

País

Furtos aumentaram nas Avenidas Novas, em Lisboa, com fecho da esquadra

© Benoit Tessier / Reuters

O presidente da Junta de Freguesia das Avenidas Novas, em Lisboa, disse hoje que os roubos e os furtos aumentaram com o encerramento da única esquadra da freguesia, tendo também deixado de existir policiamento de proximidade.

A única esquadra da Polícia de Segurança Pública na freguesia das Avenidas Novas, localizada na Praça de Espanha, encerrou a 25 de dezembro de 2016 e foi deslocalizada para as instalações da quinta divisão policial, localizada na freguesia da Penha de França.

Aproveitando a vigília de protesto da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), junto à quinta divisão policial de Lisboa, o presidente da Junta da Freguesia das Avenidas Novas, Daniel Gonçalves (PSD), contestou o encerramento da esquadra da Praça de Espanha e lamentou que tenha sido transferida para outra freguesia.

Segundo Daniel Gonçalves, os polícias chegam a demorar cerca de 30 minutos à freguesia das Avenidas Novas quando são chamados."A freguesia das Avenidas Novas é enorme, tem uma densidade populacional de mais de 23.000 pessoas, diariamente passam por ali mais de 300.000 e tem um património riquíssimo, mas não tem uma polícia de proximidade, não tem uma esquadra, não tem nada", disse à agência Lusa o presidente da Junta de Freguesia, dando conta que "infelizmente", desde o dia 25 de dezembro de 2016, que os roubos e os furtos passaram "a ser cada vez maiores".

Daniel Gonçalves disse também que os polícias deixaram de fazer patrulhamento na freguesia desde o encerramento da esquadra, exigindo, por isso, um policiamento de proximidade que contacte com os comerciantes e apoie a população envelhecida desta zona de Lisboa.

O autarca adiantou que, nem o Ministério da Administração Interna, nem a Câmara Municipal de Lisboa, informaram a Junta de Freguesia sobre o encerramento esquadra.

Segundo Daniel Gonçalves, a Junta de Freguesia apenas sabia que a esquadra ia fechar porque os terrenos tinham sido vendidos, mas tinha recebido garantias da Câmara Municipal de Lisboa de que iam para o edifício em frente.

A Junta de Freguesia já lançou uma petição para levar o assunto a discussão na Assembleia da República e realiza hoje uma assembleia extraordinária com a presença do vereador da Segurança da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Manuel Castro, e do comandante do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, superintendente Jorge Maurício.

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.