sicnot

Perfil

País

Promoção de guardas prisionais já foi desbloqueada

A ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, disse hoje no parlamento que já foi desbloqueada a promoção de mais de 360 guardas prisionais para a categoria de guardas principais e que mais 400 profissionais vão iniciar estágio de formação.

Respondendo a uma pergunta do deputado do PCP António Filipe sobre uma recente reunião com o sindicato dos guardas prisionais, após uma vigília desta estrutura junto à residência oficial do primeiro-ministro, Francisca Van Dunem indicou que a "pretensão justa" de promover 366 guardas à categoria de guardas principais já foi desbloqueada e que 400 guardas vão iniciar um estágio de formação.

"O que agora está em causa é um conjunto de regulamentos, alguns do estatuto dos guardas. Não podemos satisfazer todas as reivindicações, mas tudo faremos para responder às justas", disse.

Durante quase três horas de audição regimental na primeira comissão parlamentar, a deputada do CDS Vânia Silva questionou a ministra sobre a falta de técnicos de reinserção nas cadeias, ao que Francisca Van Dunem contrapôs com a admissão, o ano passado, de 28 técnicos de reinserção, lembrando quer há coisas que o governo propôs fazer em quatro anos e não em apenas um.

A mesma deputada abordou o tema do mapa judiciário, dizendo que concorda com a reativação dos tribunais, mas quer muitas vezes o Governo fala em reabertura o que "está errado".

"A ministra da justiça, de forma cautelosa fala em reativação de tribunais, o que está correto. É preciso de uma vez por todas dizer que não se trata de uma reabertura, trata-se de dar algumas valências a tribunais que tinham sido fechados", disse Vânia Dias da Silva.

Quanto à questão da falta de funcionários judiciais, a ministra adiantou que o concurso para mais 400 elementos deverá estar concluído em julho e que atualmente existem 6.627, reconhecendo que estão aquém do quadro definido.

Lusa


  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas celebrações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.